Deputada Graça Pimenta alerta população sobre hanseníase, a doença também é conhecida como lepra

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Uma doença ainda marcada pela falta de informação, tanto dos profissionais de saúde como da população em geral, fazendo com que o problema seja tratado de forma inadequada, têm chamado a atenção da deputada estadual Graça Pimenta (PR). Trata-se da hanseníase, causada por um micróbio chamado bacilo de Hansen (mycobacterium leprae), que ataca normalmente a pele, os olhos e os nervos.

A parlamentar alerta população sobre a doença. “A hanseníase também é conhecida como lepra, morféia, mal-de-Lázaro, mal-da-pele ou mal-do-sangue. Não é uma doença hereditária e a forma de transmissão é através das vias aéreas: uma pessoa infectada libera bacilo no ar e cria a possibilidade de contágio. Porém, a maioria das pessoas é resistente ao bacilo e, portanto, não adoece. A bactéria compromete principalmente a pele e os nervos, provocando inflamação, manchas na pele e alteração da sensibilidade”, explica Graça Pimenta.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), em 2010, demonstram que 141 países e territórios possuem casos. A prevalência mundial da hanseníase, registrada no início de 2010, foi de 211.903 casos, enquanto o número de casos novos detectados em 2009 foi de 244.796.

Sobre Carlos Augusto 9451 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).