Crescimento, sim, mas sempre com distribuição de renda, afirma Emiliano José

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

O deputado federal Emiliano José destacou nesta terça-feira (01/11/2011, em Brasília, a realização, no último dia 25, em Montevidéu, da Conferência Regional MERCOSUL Social: Fortalecimento Institucional, Plano Estratégico e Projetos Regionais. Único deputado da Bahia a integrar o Parlamento do Mercosul – o Parlasul, Emiliano José representou a comissão brasileira do parlamento regional no encontro.

Durante a conferência, representantes de diferentes países que integram o bloco regional puderam debater temas relacionados às políticas sociais adotadas por essas nações. Destaque para as ações e programas ligados à distribuição de renda e ao enfrentamento da crise mundial que nasceu nos países do capitalismo central e que, de uma forma ou de outra, afeta todo o mundo.

Para Emiliano, que destacou a reeleição da presidenta Cristina Kirchner, na Argentina, “a América do Sul segue o caminho oposto ao do neoliberalismo, que lamentavelmente continuou a ser seguido pelos países do capitalismo central e que levou à crise de grandes proporções em que estamos todos mergulhados, talvez a mais grave crise do capitalismo depois do crack de 1929”. Segundo o parlamentar, os países da América do Sul têm trilhado caminhos progressistas, recusando-se a seguir as receitas vindas do Norte. “Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Venezuela, Equador, Bolívia, Nicarágua, para citar alguns, têm recusado o modelo neoliberal, e por isso a situação do Continente atualmente é bem diversa da de anos atrás”, salientou.

Atualmente, o cenário sócio-econômico dos países que compõem o bloco revelam as diferentes estratégias adotadas em defesa das reformas sociais e da distribuição de renda para a população, sempre baseadas na democracia e no respeito às singularidades de cada nação.

Na opinião do deputado, “as políticas voltadas para enfrentar o problema da miséria e da desigualdade social têm necessariamente que continuar, tanto porque é um objetivo político de todo governo progressista, quanto porque são essenciais para o enfrentamento da crise econômica mundial”. Emiliano lembrou ainda que, com esses governos, instalou-se o que se denominou um paradigma mais inclusivo, um paradigma voltado para melhorar as condições de vida das maiorias. “Crescimento, sim, sempre, mas sempre com distribuição de renda”, destacou o parlamentar.

Além de reafirmar a importância da participação da sociedade civil na elaboração e execução das políticas sociais, a Conferência contribuiu de maneira efetiva para a unidade política dos países do Mercosul. “Creio que vamos caminhando para isso e para o fortalecimento do Parlasul, que tantas contribuições pode dar à integração da Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai, para além da contribuição que possa dar à unidade de todo o Continente”, finalizou o deputado.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108892 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]