Censo aponta crescimento significativo no número de pessoas alfabetizadas em Feira de Santana

Jornal Grande Bahia - Logomarca 2012 - 12Jornal Grande Bahia - Logomarca 2012 - 12

O Censo Demográfico 2010 trouxe para Feira de Santana uma notícia animadora. O município registrou um crescimento significativo no número de pessoas alfabetizadas, levando em consideração os dados apresentados na última contagem no ano de 2000. Conforme os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de pessoas alfabetizadas saltou de 335.678, em 2000, para 460.966 em 2010.

Feira de Santana, conforme último Censo, tem uma população de 556.642 pessoas. Para o secretário municipal de Educação, José Raimundo Pereira de Azevêdo, os números refletem a atenção do Governo Municipal em atender os estudantes da Educação Infantil.

“As crianças estão ingressando na escola na idade regular. Já os jovens e adultos, que ainda não foram alfabetizados, estão tendo a oportunidade de estudar através do projeto Todos pela Educação (Topa), resultado do convênio entre o Governo Municipal e o Estado”, ressalta.

A expectativa é que o índice de alfabetização continue crescendo nos próximos anos. “A meta é que daqui a alguns anos todos estejam alfabetizados e o déficit de analfabetos tenha reduzido ainda mais”, pontua José Raimundo. Outro número que cresceu diz respeito ao gênero. Em 2000, Feira de Santana contava com 251.293 mulheres contra 229.656 homens.

Em 2010 permanece a distância entre os números. São 292.643 mulheres contra 263.999 homens. O Censo também revela uma leve diminuição da população rural do município. Em 2000, Feira de Santana contava com 49.219 pessoas no campo; já em 2010 esse número caiu para 46.007 pessoas.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]