Casa de Castro Alves será museu no Centro Histórico de Salvador

Jornal Grande Bahia - Logomarca 2012 - 12
Jornal Grande Bahia - Logomarca 2012 - 12

Uma das casas onde viveu o poeta Castro Alves, no Centro Histórico Salvador (CHS), será transformada em museu. O casarão do século 19 passa por intervenções estruturais graças aos recursos do Fundo de Cultura do Estado, via política pública de patrimônio com os Editais do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), autarquia da Secretaria de Cultura (Secult). Com cerca de R$ 150 mil, a reforma – que começou em março deste ano (2011) – deve ser concluída nos próximos meses.

O imóvel de dois andares pertence a estilista e designer baiana internacionalmente conhecida, Márcia Ganem, e fica na Rua do Passo, nº 52, no CHS. O conjunto arquitetônico-urbanístico foi tombado em 1984 pelo Ministério da Cultura como Monumento Nacional e chancelado pela Unesco, desde 1986, como Patrimônio da Humanidade. Para a restauração da casa de Castro Alves, a estilista apresentou ao IPAC/Secult o plano de ideias em que explanava a necessidade de intervenção e proposta de uso do imóvel após as obras.

Um dos poetas românticos mais respeitados do Brasil, Antônio Frederico de Castro Alves nasceu em 14 de março de 1847, no município Cabaceiras o Paraguaçu, a cerca de 200 km de distância de Salvador. A pequena fazenda onde ele nasceu é hoje um museu – Parque Histórico Castro Alves – também administrado pelo IPAC. Por sua luta pela abolição da escravatura, ficou conhecido como o ‘poeta dos escravos’. Já a casa que passa por reforma no CHS, foi onde ele morou quando criança e onde nasceu sua irmã, Amélia. O local serviu ainda para que o pai, Antônio José Alves, atendesse gratuitamente pessoas da comunidade.

O projeto do museu, idealizado por Ganem, tem como objetivo resgatar a memória de Castro Alves e apresentar a história dele a partir de sua inquietação quanto à dignidade humana, refletida na luta abolicionista. “Castro Alves é um poeta especial e tem uma obra abrangente, mas, a tônica que mais tocou o povo brasileiro foi a questão abolicionista. Apesar de ser conhecido por todos nós e de termos tantas referências a respeito dele, quase não se tem conhecimento da sua obra. Este espaço, onde ele morou quando criança, vai servir para falar sobre esse trabalho”, explica a estilista.

O projeto mescla espaço museológico com galeria de arte, espaço produtivo e para capacitações. Na parte inferior da casa, onde estará o museu serão exibidas imagens sobre as obras do poeta. A cineasta baiana Sofia Frederico foi convidada para coordenar a produção audiovisual e criar linguagem interativa para o público visitante. A área servirá para expor trabalhos de artistas nacionais e internacionais que trabalhem com conteúdo voltado para as questões sociais, além de ações artístico-educativas, de promoção da cidadania e inclusão socioeconômico-cultural. O local vai abrigar galeria de arte contemporânea e design, além de centro de pesquisa com foco em ecodesign, inovação tecnológica e sustentabilidade social.

Os editais do IPAC têm recursos do Fundo de Cultura e já atingiram, de 2007 a 2011, cerca de 200 municípios. “Através desse apoio, já auxiliamos na execução de 72 projetos que contemplam iniciativas de educação patrimonial, inventários e registros de bens culturais, além da difusão e dinamização de patrimônios. Os editais permitem que a sociedade civil participe efetivamente das políticas públicas, garantindo ferramentas transparentes e democráticas na distribuição de recursos estaduais para ações na área de cultura”, explica a coordenadora de Editais do IPAC, Mirnah Leite.

Mais informações sobre a Casa de Castro Alves no CHS com a proponente Márcia Ganem (71) 9129.6555. Sobre os Editais do IPAC, via telefones (71) 3117.6491 e 3117.6492, ou endereço eletrônico [email protected] Outros dados do IPAC no sitewww.ipac.ba.gov.br.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109707 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]