Mais de duas mil famílias vivem em locais de risco em Feira de Santana

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Chuvas que caem há cerca de uma semana aumentam vulnerabilidade. Ruas alagadas e risco de desabamento de imóveis preocupam moradores

Cerca de duas mil pessoas vivem em áreas de risco na cidade de Feira de Santana, a 100 km de Salvador, e têm enfrentado dificuldades por conta das chuvas que têm caído há cerca de uma semana.

O número foi indicado pela Defesa Civil , após a realização de um mapeamento que indicou os locais de maior incidência de alagamento, geralmente os que ficam próximos a lagoas.

“Aqui na cidade, pelo último georeferenciamento e cadastramento, nós chegamos a cadastrar mais de duas mil famílias em situações de vulnerabilidade”, afirma Luiz Américo Soares, coordenador de Planejamento Operacional da Defesa Civil na cidade.

No bairro Queimadinha, a água já invadiu várias casas e as ruas estão alagadas. O funcionário público Manoel de Souza perdeu uma geladeira e teve que construir uma proteção na entrada da casa para que a água não volte a entrar e danifique outros aparelhos. “Já me deu vontade de sair daqui, pegar um terreno, comprar uma casa fora, só para sair daqui. A gente está deitado, na mesma hora tem que levantar correndo para suspender, colocar por cima de cadeira, em cima de mesa, os negócios que têm dentro de casa, aí não dá certo”, conta, referindo-se ao prejuízo material devido à entrada de água em casa.

Na casa da empregada doméstica Janailda Araújo, um dos móveis precisa ficar apoiado sobre duas cadeiras para que não seja molhado pela água da chuva. “Antigamente não era assim. Na hora que o povo começou a aterrar, alagou tudo”, afirma.

Para a trabalhadora autônoma Ingrid Anni Bacelar tem sido difícil chegar e sair de casa por conta da lama que se formou na rua. Além disso, a umidade causou rachaduras nas paredes. “As paredes ficam minando, por causa da chuva. Dá para ver, as paredes estão todas molhadas mesmo”, conta. No bairro Aviário, uma casa teve que ser interditada porque a estrutura foi abalada pela chuva e pelo vento.

*: Com informações: G1

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]