Lauro de Freitas celebra tradição secular de homenagem a São Francisco de Assis

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Dando continuidade a uma tradição secular, pescadores, marisqueiras e ribeirinhos, acompanhados por turistas e curiosos, prestaram homenagens a São Francisco de Assis neste domingo (16/10/2011), em Buraquinho. A celebração foi iniciada às 10h, com missa na igreja do santo que, além de protetor dos animais, é o padroeiro dos pescadores no Litoral Norte da Bahia.

Depois a procissão seguiu com o andor, primeiro em terra e depois pelo rio Joanes, em cerca de dez barcos, até sua foz. Intercalando canções sagradas e profanas, a banda traduzia o caráter sincrético do festejo. “O que achei mais extraordinário foi ver tanta harmonia na união de dois cultos tão distintos: o cristão e o candomblé” – destacou a portuguesa Maria João, que acompanhava a festa pela primeira vez. O evento foi organizado pela colônia de pescadores de Buraquinho com apoio da prefeitura de Lauro de Freitas.

O presidente da colônia Jonas Tomáz dos Santos, popular Touro, explicou que o padroeiro dos pescadores é São Pedro. No entanto, a tradição local acolheu São Francisco de Assis por influência dos D’Ávilas, devotos do santo, proprietários da região durante séculos. “Representa muita fé e, por isso, é um momento de muita alegria para nós” – definiu Touro. O secretário municipal de Cultura, Antônio Lírio, destacou a importância da cultura ligada à pesca, que “não se resume a meio de sobrevivência, mas revela a identidade mais forte do nosso povo”. Ele considera a festa de São Francisco, que integra o Calendário Oficial de Eventos, como uma das mais expressivas manifestações do município. “Chova ou faça sol, não pode deixar de acontecer”.

Participante há mais de dez anos, o vice-prefeito João Oliveira também deu sua prova de fé, participando da missa e acompanhando a procissão. “Representa a reverência do povo aos seus valores através da alegria, do amor e da união”. A perpetuação do festejo se dá pela união das gerações. Crianças, adultos e idosos se envolvem na celebração passada de pais para filhos. Assim também é a banda que acompanha a procissão já há duas décadas, formada por avô, filhos e netos. “É uma prazer muito grande para nós poder participar. A gente vem de qualquer jeito. Deixamos para acertar o preço depois” – revela o saxofonista Moacir Santos.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108072 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]