Greve dos bancários completa uma semana e deixa lotéricas lotadas

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

A greve nacional dos bancários, que chegou ao sétimo dia nesta segunda-feira (03/10), deixou as lotéricas movimentadas, em função dos pagamentos programados para os primeiros dias do mês. Desde o início da greve a demanda cresceu em torno de 25% a 30% entre pagamentos, saques e outros serviços. Os funcionários de bancos públicos e privados de todo o país reivindicam reajuste salarial de 12,8% da Federação Nacional dos Bancos.

Segundo a categoria, o valor pedido representa 5% do aumento real mais a inflação do período. Além disso, eles desejam que ocorra a valorização do piso, maior PLR (Participação nos Lucros e Resultados), abertura de contratações, fim da rotatividade, combate ao assédio moral, extinção de metas que consideram abusivas, mais segurança, igualdade de oportunidades e melhoria do atendimento aos clientes.

A Federação Brasileira de Bancos informou que a greve não interfere nos serviços de autoatendimento, e que a reposição de cédulas é feita normalmente durante a paralisação.

De acordo com o diretor de comunicação do Sindicato dos Bancários na Bahia, Adelmo Andrade, não há previsão de término da paralisação pois ainda não houve acordo com a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).

O comando nacional de greve vai se reunir hoje (03/10/2011) as 18h em São Paulo para tentar um contato com a Febraban. “Se a gente conseguir, pode começar uma negociação. Por enquanto, a greve continua”, informou Andrade.

Mesmo com as greves, o Procon alerta que as contas devem ser pagas na data do vencimento. Para isso, o cliente tem que procurar alternativas como caixas eletrônicos, internet, casas lotéricas, supermercados e correspondentes bancários.

* Com informações do Correio do Brasil e do G1

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109903 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]