Estádios da Copa do Mundo da Fifa 2014 terão certificação ambiental

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

O Ministério do Esporte e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) organizaram o Seminário Internacional Copa 2014: Sustentabilidade e Legado, em Manaus, primeiro evento voltado para o legado ambiental da Copa do Mundo da Fifa 2014.

Durante o ciclo de debates, realizado na última semana, foi anunciado que todos os 12 estádios que receberão jogos do mundial terão certificação ambiental.

A sustentabilidade foi definida pelo governo brasileiro como um dos pilares da Copa do Mundo. Foi determinado que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) só abriria linhas de financiamento para estádios com certificação. “Mesmo as arenas que não pediram recursos ao BNDES optaram por buscar certificação de construção sustentável”, revelou Fabrício Barreto, coordenador do Núcleo Temático de Projetos de Certificação das Arenas, durante o seminário.

O evento contou com a participação de todas as cidades-sede, representantes de todos os governos estaduais, do governo federal, de organismos internacionais, além dos governadores do estado do Amazonas e do Distrito Federal. Experiências de países que já sediaram megaeventos, como Alemanha, África do Sul, Espanha, Coreia do Sul e Inglaterra foram compartilhadas no seminário.

Durante o evento, foi abordada a situação dos cinco projetos prioritários da Copa do Mundo Fifa 2014 no quesito sustentabilidade:

Certificação de construção sustentável das arenas

Todas as arenas brasileiras para a Copa do Mundo FIFA 2014 terão um padrão mínimo da certificação de construção sustentável, adotando novos materiais e práticas ecológicas. Diversos projetos definiram que buscarão níveis mais elevados de certificação junto às entidades credenciadoras. Além dos benefícios ambientais, esse processo tem resultado em redução dos custos.

Copa orgânica e sustentável

Em breve, será lançada uma campanha nacional de mobilização do setor de orgânicos e produtos sustentáveis. Serão firmadas parcerias com o Sebrae, o Ministério do Turismo e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Trata-se de um dos projetos com maior potencial de geração de negócios da Economia Verde, com prioridade a produtos orgânicos para fornecimento às delegações, bem como a eventos e recepções ligados à Copa, hotéis e restaurantes, entre outros.

Parques da Copa

O Ministério de Meio Ambiente, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e o Ministério do Turismo selecionaram unidades de conservação federais prioritárias, que receberão investimentos especiais para atraírem turistas durante o mundial. Os parques ficam próximos às cidades-sede.

Resíduos e Reciclagem

A meta do projeto é erradicar os lixões das capitais e regiões metropolitanas, organizar o sistema de coleta seletiva com inclusão de catadores, promover oportunidades de negócios na área de reciclagem e trabalhar com foco na minimização da geração de resíduos nos grandes eventos, como jogos e fan fests. Uma linha de financiamento do BNDES foi aberta para apoiar a estruturação da coleta seletiva nas cidades-sede, condicionado exclusivamente à inclusão dos catadores de materiais recicláveis

Mudanças Climáticas

Por meio de cooperação técnica com o governo britânico, foram realizadas oficinas de trabalho e já se chegou à definição da metodologia e do termo de referência para os inventários de emissões a serem realizados em todas as cidades-sede, com o aporte de recursos do governo federal. O próximo passo será a definição dos recursos e o processo de contratação.

Todos os projetos são coordenados, dentro do governo federal, pela Câmara Temática Nacional de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Copa do Mundo de 2014. “O Brasil está com o cronograma de iniciativas na área de sustentabilidade totalmente adequado ao processo de preparação do evento, sem qualquer atraso de cronograma”, diz o coordenador da câmara, Cláudio Langone. Até o fim do ano, o governo brasileiro deverá divulgar o 3º Balanço Oficial da Copa do Mundo de 2014.

*Com informações: Portal Brasil

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108610 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]