Dia das Crianças foi comemorado no Centro de Abastecimento de Feira de Santana, pelo Governo Tarcízio Pimenta

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Brincadeiras e serviços gratuitos marcaram as comemorações do Dia das Crianças no Centro de Abastecimento, na manhã desta terça-feira (11/10/20011). A criançada contou com diversas atividades sociais, como corte de cabelo, maquiagem e penteados variados para as meninas. A iniciativa fez parte do projeto “Alimentando Sonhos” e teve como público alvo filhos de comerciantes e trabalhadores do entreposto comercial.

A animação ficou por conta da banda Polly Show, que fez pais e crianças dançar e brincar ao som de músicas infantis. Para a comerciante Rosangela Bispo dos Santos a iniciativa é muito importante, pois proporciona um dia diferente para pais e filhos. “Estou achando ótimo, por isso trouxe meus três filhos para participarem do evento. Tomara que todo o ano aconteça porque as crianças se divertem muito”, destaca.

Pedro Henrique Teixeira, 8 anos, contou que se divertiu bastante com as brincadeiras. “O dia está maravilhoso. Já brinquei muito e também ganhei um kit de higiene bucal para escovar os dentes da forma correta em casa”, afirma. Joseane Santos, 6 anos, diz que dançou muito e brincou de pula corda. “Estou muito feliz e amanhã quero ganhar vários brinquedos”, conta.

Segundo o secretário municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico (Setdec), Magno Felzemburg, o objetivo é que o projeto seja mantido. “Para nós é gratificante poder levar alegria ao rosto de uma criança, em comemoração ao seu dia”, destaca.

Os pais que acompanhavam seus filhos também puderam desfrutar de serviços que foram oferecidos no local, como depilação, corte de cabelo, massagem corporal, maquiagem, além de aferição de pressão, teste de glicemia, dentre outros.

Acompanhamento infantil no Bolsa Família

Das 48 mil famílias beneficiadas pelo Programa Bolsa Família em Feira de Santana, 41 mil precisam ser submetidas ao acompanhamento infantil. A medida é obrigatória para beneficiários que possuem crianças com até sete anos de idade. A condicionalidade consiste no acompanhamento da saúde da criança e verificação da frequência escolar exigida pelo programa. O não cumprimento resulta no bloqueio do benefício.

Em Feira de Santana, um levantamento feito pela coordenação local do Bolsa Família aponta dez bairros e um distrito entre as localidades com maior defasagem em relação a este atendimento. São eles: Asa Branca, Conceição, Campo do Gado, Parque Lagoa do Subaé, Viveiros, Serraria Brasil, Jardim Acácia, Jussara, George Américo, Campo Limpo e distrito de Ipuaçu.

Os beneficiários que ainda não cumpriram a condicionalidade podem regularizar a situação até o dia 30 de novembro. A nutricionista do Bolsa Família, Eliana Cerqueira, explica que a exigência tem o objetivo de garantir a saúde e a educação às crianças menores de sete anos. “Essas crianças precisam ser acompanhadas com relação ao peso, estatura e cartão de vacinação. O mesmo vale para as mães gestantes, que devem fazer o pré-natal”, explica.

Ela diz que muitas famílias podem ter o benefício bloqueado por não estarem cumprindo a exigência. “A visita a uma unidade de saúde para acompanhamento no Bolsa Família precisa ser feita duas vezes ao ano. Caso a família tenha recebido a visita de um agente comunitário, não é necessário que esta se dirija ao posto”, destaca.

Para maiores informações as pessoas podem se dirigir a unidade do Programa Bolsa Família em Feira de Santana, situada na Barão de Cotegipe, 649, Centro.

Direito do consumidor assegurado durante greve

A Superintendência Municipal de Defesa do Consumidor (Procon) ajuizou ação civil pública determinando que as agências bancárias se abstenham de cobrar juros, multas contratuais, taxa de devolução de cheques, taxa de manutenção de conta-corrente e outros encargos durante o período de greve dos bancários.

A ação determina, ainda, a prorrogação do prazo de vencimento das faturas em até três dias após o término da greve. “Nada justifica a cobrança de juros e multas aos consumidores em favor dos bancos réus, se são os próprios bancos que estão paralisados”, afirma o superintendente do órgão, Rafael Pinto Cordeiro. A paralisação dos bancários foi deflagrada no dia 27 de setembro.

De acordo Rafael Cordeiro, a medida tem como objetivo impedir que os consumidores arquem com os prejuízos do movimento grevista. “A responsabilidade dos bancos réus pelos prejuízos causados aos consumidores decorre do risco de sua atividade e não pode, sob qualquer pretexto, ser repassada ao cliente ou usuário bancário, parte frágil da relação”, justifica.

Em caso de descumprimento, as instituições bancárias estarão sujeitas a multa diária de R$ 500 mil. “E multa de R$ 100 mil para descumprimento da emissão do boleto bancário em até três dias úteis após o término da greve, excluindo das faturas todos os valores equivalentes ao período em que os serviços se encontram interrompidos”, informa Rafael Cordeiro.

Exames para detectar o câncer de mama

Todos os exames necessários para detectar o câncer de mama são disponibilizados gratuitamente pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Uma ampla rede, formada por vários prestadores, é responsável por garantir a assistência ao público feminino. Além da mamografia (radiografia das mamas), as mulheres acima de 40 anos de idade podem realizar a punção e ultrassonografia mamária gratuitamente.

O diretor de Atenção à Saúde, Ricardo Souza, observa que o balanço dos procedimentos realizados no período de janeiro a julho deste ano, pelo DataSus, sistema de informação do Ministério da Saúde, mostra que a procura pelos serviços é significativa.

“O município de Feira de Santana contabilizou 9.993 mamografias no período, o que aponta uma média de 1.419 exames ao mês realizados. Se o exame detectar alguma anormalidade, como um nódulo, as consultas com mastologista são agendadas pela Central Municipal de Regulação”, informa.

Ainda de acordo com Ricardo Souza, o total de punção mamária feita nos sete meses foi de 981, com média de 140 ao mês. “Os exames citopatológicos, necessários para classificação do tumor em maligno ou benigno, contabilizam 592, enquanto que as ultrassonografias realizadas totalizam 4.560, com média mensal de 650”, acrescenta.

Ele observa, ainda, que o número de procedimentos realizados nos meses de agosto e setembro ainda não foi processado. “Os dados referentes ao mês de agosto já foram enviados ao Ministério de Saúde, responsável pelo processamento. O quantitativo de setembro, no entanto, pode ser enviado pelo Município até o dia 20 deste mês”, esclarece.

Os procedimentos relacionados ao diagnóstico do câncer de mama são disponibilizados pela Rede Própria no Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem (CMDI) Dr. Luiz Eugênio Laurine, e pelos prestadores Centro de Pesquisa e Assistência em Reprodução Humana (Ceparh), Centro Municipal de Prevenção ao Câncer (CMPC), Instituto de Mastologia (IMA), Hospital D. Pedro de Alcântara (HDPA), Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) e IHEF.

Ação social da Defensoria em Maria Quitéria

Crianças e adolescentes do distrito de Maria Quitéria que não têm o reconhecimento da paternidade na Certidão de Nascimento poderão realizar a coleta do material para exame de DNA, através da mucosa bucal, gratuitamente. O serviço fará parte da ação social desenvolvida pela Defensoria Pública nesta quarta-feira (12/10/2011), no Colégio Municipal José Tavares Carneiro, das 8h30 às 18 horas, em Maria Quitéria.

Na oportunidade, os moradores também vão contar com orientação jurídica sobre os direitos da criança e adolescentes concernentes a adoção, guarda tutela, alimentos, investigação de paternidade, direitos sucessórios e atos infracionais, dentre outros.

De acordo com a subcoordenadora da 1ª Regional da Defensoria Pública, Sandra Risério Falcão, o distrito de Maria Quitéria foi escolhido entre os demais por registrar os maiores índices de crianças sem paternidade. Somente na Escola José Tavares Carneiro, conforme Sandra, existem 40 estudantes sem o reconhecimento do genitor na Certidão de Nascimento.

Ela acrescenta que a ação busca conscientizar a população carente sobre os direitos da criança e adolescente, em especial da paternidade. “Também trabalhamos na prevenção à violência, pois quando a criança tem os direitos atendidos, a violência pode diminuir”, considera a subcoordenadora.

A iniciativa tem o apoio da Prefeitura de Feira de Santana, através das Secretarias Municipais de Educação (Seduc) e Comunicação Social (Secom).

Melhorias na iluminação do Centro

Estão concluídos os serviços de requalificação da iluminação pública no Centro de Abastecimento. A Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Sesp), através do Departamento de Iluminação Pública, realizou o rebaixamento de torres, manutenção nas luminárias e troca de lâmpadas.

O secretário de Serviços Públicos, Luiz Araújo, considera os trabalhos no entreposto comercial fundamentais. “São intervenções que visam proporcionar melhores condições de trabalho e segurança para as pessoas que frequentam o equipamento”, destaca.

Foram realizadas um total de 18 manutenções em pontos de luz distribuídos pelo entreposto comercial, troca de nove luminárias, manutenções em 12 torres situadas próximo ao Restaurante Popular, além do rebaixamento de sete postes.

“As torres que se encontravam fora do padrão foram rebaixados para oferecer melhor luminosidade no equipamento”, afirma o diretor do Departamento de Iluminação Pública, Sílvio Moreira.

Outros serviços estão sendo executados no Centro de Abastecimento visando a revitalização do local. As intervenções estão a cargo da comissão especial composta pelas secretarias municipais de Transportes e Trânsito (SMTT), Desenvolvimento Urbano (Sedur), Agricultura e Recursos Hídricos (Seagri), Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos (Seprev), além da Sesp.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108110 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]