Deputado Zé Neto afirma que Governo do Estado busca solução para situação do colégio ECASSA de Feira de Santana

deputado-ze-neto-afirma-que-governo-do-estado-busca-solucao-para-situacao-do-colegio-ecassa-de-feira-de-santana
deputado-ze-neto-afirma-que-governo-do-estado-busca-solucao-para-situacao-do-colegio-ecassa-de-feira-de-santana
deputado-ze-neto-afirma-que-governo-do-estado-busca-solucao-para-situacao-do-colegio-ecassa-de-feira-de-santana
deputado-ze-neto-afirma-que-governo-do-estado-busca-solucao-para-situacao-do-colegio-ecassa-de-feira-de-santana

Terreno da Escola Estadual a ser implantada no bairro do Viveiros, no município, deve ser apresentado na segunda-feira (31), quando também haverá outra rodada de discussões sobre a ECASSA.

Atento às causas da população feirense, o deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia, Zé Neto (PT), reuniu-se com o secretário Estadual da Educação, Oswaldo Barreto, na tarde desta quinta-feira (27), nas instalações da Secretaria, em Salvador, quando discutiram a situação da Escola Centro de Assistência Social Santo Antônio (ECASSA) de Feira de Santana, cuja proprietária do prédio (Fundação Santo Antônio) não teria interesse em renovar contrato de local de imóvel com o Estado.

Ainda na manhã desta quinta, o deputado conversou com a diretora da ECASSA (que funciona no local há 52 anos e possui, atualmente, 2,2 mil estudantes nos três turnos) professora Lúcia Branco (confira aqui).

Vale lembrar que a Diretoria Regional de Educação de Feira de Santana (Direc 2), gerida pelo professor Beldes Ramos, e o Governo do Estado tem trabalhado – junto à Arquidiocese e aos Frades Capuchinhos – para que seja feito um Termo de Compromisso a fim de que o espaço continue sendo utilizado pela SEC até o final de 2012. De acordo com o deputado, esse é o tempo necessário para que a Secretaria construa novas instalações para abrigar a comunidade escolar, “que não pode, de forma alguma, ser prejudicada já que não teremos, tecnicamente, tempo para construir uma nova unidade antes do início do próximo ano letivo”.

A Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) também é chamada para discutir o tema, já que o espaço ocupado pelo antigo Horto Florestal, área de propriedade do Governo do Estado e utilizada pela Universidade, é um dos avaliados para abrigar as novas instalações da unidade escolar. Outras opções também estão sendo ventiladas.

“Nos próximos dias faremos uma ação conjunta e acertada para que a nova unidade comece a ser construída já no ano que vem, resguardando nosso compromisso com os estudantes, suas famílias e os funcionários. Para isso continuaremos fazendo esforços”, afirma Zé Neto.

Durante esta reunião, o professor Oswaldo Barreto entrou em contato com o Arcebispo Metropolitano Dom Itamar Vian, da Arquidiocese do município, a fim de encontrar um eixo de diálogo para transpor, com tranqüilidade, a situação da ECASSA. “Somos gratos à atenção e disposição da Igreja e queremos solução sem criar tensão. Queremos firmar compromisso deixando claro que iremos devolver o prédio. Estamos tentando resolver a questão de maneira que não os estudantes não sejam prejudicados”, disse o secretário ao Arcebispo Dom Itamar.

Já na próxima segunda-feira (31), no período da tarde, o professor Beldes, o diretor do Centro frei Cristóvão Melo de Matos, e o secretário Oswaldo Barreto voltam a discutir o assunto.

Escola para o bairro Viveiros – Outro tema que voltou à pauta de discussão entre Zé Neto e o titular da SEC – que esteve acompanhado do coordenador de Educação Superior da Secretaria, professor Clóvis Caribé, e do Coordenador de Patrimônio da Secretaria, Fernando Paixão – na tarde desta quinta-feira (27) foi a construção de uma unidade da Rede Estadual de Ensino no Bairro Viveiro, também em Feira de Santana. Essa ação é esperada há mais de quatro anos pela comunidade local, já que os estudantes do Ensino Médio precisam deslocar-se ao bairro Feira X para estudar. “Como distância é grande, quem não pode pagar condução precisa caminhar muito, o que tem causado desistência”, lembrou Zé Neto, que está em diálogo permanente com a Secretaria e com representantes do bairro a fim de levar uma unidade ao local.

Já na tarde desta quinta (27/10/2011), o deputado, que levou o pleito dos moradores até o Governo Estadual, entrou em contato com a Prefeitura de Feira de Santana. Durante a conversa, o prefeito da cidade comprometeu-se em apresentar ao deputado, juntamente com técnicos, já na próxima segunda-feira (31), pela manhã, o terreno a ser doado pelo município para a construção da unidade escolar no bairro.

Sobre Carlos Augusto 9524 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).