Deputado Carlos Geilson protesta contra a COELBA e questiona qualidade dos serviços de manutenção da rede elétrica

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

As chuvas chegaram forte como de costume no início da Primavera, de acordo com o Instituto de Meteorologia da Bahia e os baianos começam a sofrer os efeitos desse período. Entretanto, como já é esperado, os órgãos prestadores de serviço deveriam estar preparados para enfrentar a temporada. Isso ocorre nas cidades onde os pontos de alagamento costumam sempre ser os mesmos.

Há entupimentos de bocas de lobo, rede de águas pluviais insuficientes, corte de energia… “Se chuva, trovoada, relâmpago fosse o motivo de todas as interrupções de energia quando chove, como vimos desde ontem em Feira, toda a cidade ficaria às escuras. Mas por que então há locais da cidade em que não há interrupção durante as trovoadas? Porque são problemas localizados. E isso se justifica porque percebemos que a Coelba reduziu a manutenção preventiva nas redes de distribuição nas cidades”, observou o deputado estadual Carlos Geilson (PTN).

De acordo com o deputado, em muitos locais da cidade observa-se redes, isolantes e transformadores velhos, instalados há muitos anos e que hoje não suportam tanto a capacidade, bem como as intempéries. O deputado lembra que eletricistas que consertam geladeiras, aparelhos de ar condicionado, entre outros eletrodomésticos afirmam que a voltagem na cidade oscila bastante: onde deveria ser 110w , a variação vai de 90w ou 220w, ela sempre vai a 180w, prejudicando o funcionamento dos aparelhos e aumentando o consumo de energia.

O deputado lembra que a Coelba sempre alega que a chuva é responsável pelo caos. Porém, segundo o sindicato dos eletricitários, a empresa não informa que extinguiu as turmas próprias de prontidão, reduziu investimentos na manutenção preventiva e executa apenas operação de manutenção corretiva bem como permite que profissionais sem conhecimento técnico adequado operem a recuperação do sistema

elétrico. “A consequência disso são os constantes prejuízos aos clientes devido aos inúmeros casos de apagões na Bahia, independente das condições climáticas”, disse Geilson.

“Em todo o mundo, as ações preventivas dão resultados, entretanto, o sindicato diz que a Coelba atualmente só corrige algum defeito nas redes quando a situação fica insustentável. A empresa não possui turma própria de manutenção em linhas de transmissão o que impede se detectar problemas antes deles acontecerem. Faltam investimentos na modernização das redes de distribuição e de transmissão.

Os clientes tem dificuldades também de reclamar porque foram fechadas diversas agências da Coelba e o sistema de Call Center não atende satisfatoriamente. Só vemos investimentos nos sistemas de cobrança e de corte que se tornaram mais ágeis. Temos, portanto, que cobrar a prestação de um serviço eficiente e a fiscalização dos órgãos responsáveis em acompanhamento da prestação do serviço”, concluiu o deputado.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108066 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]