Deputado Carlos Geilson critica duramente: Ninguém se entende no governo Jaques Wagner e não existe desculpas para BR324 não ser recuperada

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Não existe mais desculpas para BR324 não ser recuperada

O deputado estadual Carlos Geilson (PTN) disse hoje, em pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa que não existe mais motivos para a BR324, que liga Salvador a Feira de Santana estar deteriorada por causa das chuvas se há mais de uma semana que o tempo melhorou e a estrada continua em péssimo estado. “Tem mais de uma semana que as chuvas cessaram e a estrada continua em péssimo estado. E o governo nada faz. Não existem mais argumentos que justifiquem a cobrança do pedágio. A sociedade está sendo roubada, já que paga pedágio, mas não tem nenhum benefício. Benefícios só existem no entorno das praças de pedágio”, disse o deputado.

Carlos Geilson procurou saber onde estava o combatido deputado federal Jaques Wagner que tanto protestou quando o governo do Estado estava implantando o pedágio na Linha Verde. “Onde está aquele combativo deputado? Onde está o governador Jaques Wagner que era radicalmente contra a cobrança de pedágio nas estradas. Onde estão os deputados da base do governo que circulam pelas estradas no entorno de Camaçari que também são pedagiadas e que não reclamam defendendo a sociedade? Hoje estão todos silentes, o que é lamentável”, concluiu.

Ninguém se entende no governo, afirma parlamentar

O deputado estadual Carlos Geilson (PTN) afirmou hoje que ninguém se entende no governo Jaques Wagner. Enquanto o secretário da Fazenda Carlos Martins anuncia recordes de arrecadação, o governador Jaques Wagner anuncia uma grave crise em que o Estado se encontra a ponto de ser necessário fazer contingenciamento no Orçamento do Estado corte de despesas. “Em quem devemos confiar? No governador que fala em grave crise ou no secretário da Fazenda que anuncia recordes de arrecadação? Essa é uma prova de que esse governo não se entende, não tem uma linha afinada de discurso e que cada um segue numa direção. Como, então, podemos acreditar no que esse governo vem realizando?”, questionou o parlamentar.

Outro aspecto levantado pelo deputado foi o acordo anunciado pelo governador Jaques Wagner com o governo de Pernambuco, em que a Bahia não iria mais disputar investimentos com o estado nordestino. “Disputar mais o que? Agora que Pernambuco abocanhou todos os bons investimentos do nordeste como o polo náutico, o polo têxtil e o polo automotivo, além de grande indústrias, o que sobrou para a Bahia disputar? O que havia de bom já foi conquistado por Pernambuco enquanto a Bahia dormia, sem forças para disputar os empreendimentos”, disse Geilson.

No discurso, o deputado mostrou mais um exemplo de letargia: a construção da passarela que liga o Estádio de Pituaçu a avenida Paralela. “Há mais de dois anos essa passarela está parada e não há prazos para concluí-la, prejudicando os torcedores que disputam com os carros a travessia da movimentada Avenida Paralela. E esse é o governo que quer construir a ponto Salvador-Itaparica e o metrô da Paralela em menos de três anos. Como vai fazer isso se não consegue concluir uma passarela?”, protestou o parlamentar.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115150 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.