Circuito Virtual abre oficialmente a Semana Nacional de Ciências na Bahia

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Professores, coordenadores e diretores de escolas lotam sala de cinema para assistir filme sobre mudanças climáticas

Os estudantes de Salvador estão cada vez mais conscientes da importância de se mudar algumas atitudes para ajudar na preservação do planeta. Esta é a opinião da professora Ana Denise Alves, do colégio estadual Suzana Imbassahy, no Barbalho, que participou nesta segunda-feira, (10/10/2011), no Multiplex Iguatemi, do lançamento do Circuito Virtual da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), que este ano tem como tema ‘Mudanças Climáticas, Desastres Naturais e Prevenção de Riscos’.

O evento, uma iniciativa da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, lotou uma das salas do cinema de professores, coordenadores e diretores de escolas públicas e particulares.

A professora Ana Denise, que ensina Ciências, informa que a escola em que atua já desenvolve um trabalho interdisciplinar sobre educação ambiental o ano todo. “Acho muito importante o debate desse tema para alertar os jovens sobre essas ocorrências”, disse a professora.

O evento contou com a presença de dois secretários de Estado: Paulo Câmera, titular da SECTI, e Osvaldo Barreto, da Educação, além de representantes da secretaria municipal de Educação.

A plateia assistiu um trecho da série “Mudanças Climáticas”, que consiste em quatro vídeos de 20 minutos cada, com plano de aula para alunos do 8° e 9° ano do Ensino Fundamental II.

Participam dos vídeos educativos oito dos principais cientistas brasileiros sobre os novos desafios do planeta terra. Eles abordam os seguintes assuntos: Ciência na Escola, Ciência do Clima, Mudanças Climáticas e Desastres Naturais.

Todos os participantes levaram para suas escolas uma cópia desses vídeos para replicar com os alunos. A professora de Biologia e Ciências Adalzira Borges, do colégio Serravale, na Pituba, também elogiou a iniciativa do Governo do Estado.

Segundo ela, os alunos estão razoavelmente bem informados sobre o tema, mas falta ainda uma mudança de conduta, como a opção pelos produtos biosustentáveis, o uso de sacolas retornáveis nos mercados e a separação do lixo. “O planeta é como se fosse nossa casa e precisamos cuidar bem dele para as próximas gerações”, disse a professora.

O secretário Paulo Câmera destacou o esforço conjunto com a Secretaria de Educação para multiplicar a temática da preservação do planeta. “Com a orientação do governador Jaques Wagner, estamos iniciando um novo ciclo de desenvolvimento na Bahia e vamos fortalecer cada vez mais a educação dos jovens”, destacou o secretário, lembrando o convênio recente entre a SECTI, o Senai e a Microsoft para capacitar, gratuitamente, 10 mil estudantes baianos nos próximos quatro anos para o mercado de Tecnologia da Informação.

Por fim, convidou os professores para a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que será realizada de 17 a 23 de outubro, com várias atividades, como o Circuito Ciências, nas principais praças do Shopping Iguatemi; o Circuito Universidades e visita aos bairros dos ônibus do Projeto Ciência na Estrada – Educação e Cidadania (veja programação abaixo).

O secretário Osvaldo Barreto enfatizou que a escola é o local ideal para estimular as crianças e os jovens para o conhecimento científico. Disse ainda que as universidades também precisam ser envolvidas nesse processo para que os estudantes de graduação e pós-graduação possam replicar o tema.

Serviço:

Circuito Virtual – composto de vídeo aulas e planos de aula a serem distribuídos para as escolas públicas, privadas e instituições de ensino, as aulas abordarão temas como: A Ciência do Clima, Mudanças Climáticas, Meio Ambiente, Catástrofes e Desastres.

Circuito Ciência Móvel – Os ônibus Ciência na Estrada da FIOCRUZ e Ciência Móvel da UNEB percorrerão os bairros da Paz, Calabar e Nordeste de Amaralina levando experimentos e ações aos menos assistidos, atuando na Popularização da Ciência.

Circuito Ciências – O evento acontecerá nas praças e alamedas do Shopping Iguatemi. Será montada uma estrutura dividida em 6 etapas, criando um caminho a ser percorrido pelos visitantes de forma a facilitar apropriação de cada conteúdo exposto.

Circuito Universidades – composto por palestras ligadas aos temas estratégicos de ciência, tecnologia e inovação, o circuito trará para a Bahia doutores e pesquisadores para debater os temas: Pesquisa Interdisciplinar na Bahia (Reitoria da UFBA, dia 17, às 18h30); Biotecnologia e Saúde (Auditório da Fiocruz, dia 18, às 18h30); Gestão e Engenharia do Conhecimento: Inovação do Setor Produtivo (Auditório do CIMATEC 1, dia 19, às 18h30); Mudanças Climáticas, Desastres Naturais e Prevenção de Riscos (Auditório do PAF 3 – UFBA, dia 20, às 18h30) e Ciência Aplicada: Simulações Computacionais (Auditório da UNEB, dia 21, às 18h30).

Sobre Carlos Augusto 9707 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).