Bahia no circuito internacional do chocolate

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

O secretário estadual da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles, produtores de cacau e chocolateiros da Bahia, seguem nesta terça-feira, (18), para a França, para preparar a chegada do governador Jaques Wagner no Salon du Chocolat de Paris, evento internacional que no próximo ano será realizado na Bahia, na primeira semana de julho. A participação do Estado “será um momento histórico, quando estaremos promovendo eventos para divulgar e convidar os maiores chocolateiros do mundo para participar da primeira versão do Salon num país produtor”, disse o secretário.

Bem no centro do local do evento, a Bahia terá um estande com 80m², ao lado do palco principal, onde vai reunir os produtores e chocolateiros da Bahia. Eles vão demonstrar que o estado que tem o melhor cacau, premiado em concurso do Salon, no ano passado, pode produzir também o melhor chocolate do mundo. O estande terá uma área para exposição e comercialização do chocolate produzido no Estado.

Coordenado pela Associação dos Produtores de Cacau (APC) e Instituto Cabruca, com execução da M21/ MVU Empreendimentos, em parceria com o governo da Bahia, através da Secretaria da Agricultura, Setur e Sedir, além da Ceplac e Ministério da Agricultura, o estande terá a participação de mais de dez marcas de chocolates finos da Bahia, além da presença de fazendas produtoras de cacau, cooperativas diversas, projetos de agricultores familiares, e rodadas de negócios.

De acordo com Henrique Almeida, presidente da APC, a participação da Bahia é uma grande oportunidade de promover aqualidade do cacau produzido no Estado num dos maiores eventos de chocolate do mundo, demonstrando ao mercado internacional que o Brasil e a Bahia estão avançando na organização para a produção de cacau fino, com a indicação geográfica e do padrão de qualidade para o cacau baiano. “A partir da nossa presença no Salon du Chocolat, o cacau da Bahia se configurou como o melhor do mundo, reconhecido internacionalmente pelo alto padrão de qualidade”, afirmou Almeida.

Participarão do estande da Bahia as empresas Harald, Amma, Chor, Bahia Cacau, Fábrica de Chocolate de Ibicaraí, Sagarana, Chocolate Itacaré, Chocolate Riachuelo, Fazenda Canta Galo, M Libânio, Floresta Rio Doce, Vale do Juliana, cooperativas de agricultores, dentre outros produtores de cacau e de chocolate, além da própria APC.

Circuito internacional

Promovido em Paris, Nova York, Tóquio, Pequim, Moscou e Xangai, o Salon du Chocolat vai acontecer pela primeira vez na Bahia, atraindo os maiores produtores de cacau e fabricantes de chocolates do mundo. O evento será realizado em julho de 2012, mas o planejamento e a estrutura do evento já estão sendo discutidos há dois meses. A coordenação do Salon du Chocolat da Bahia está sendo feita por Diego Badaró, sócio da Amma Chocolates, que também participa das versão 2011 do evento em Paris. O diretor de Desenvolvimento Internacional do Salon du Chocolat, Genaro Bardy, esteve em Salvador, participando da primeira reunião, e considerou a Bahia preparada para receber o evento. “O Brasil é o país berço do cacau. A Bahia e a Pará são os principais estados nesta produção. Os brasileiros gostam de comer chocolate, por isso, nada melhor que promover o evento aqui. Há também o interesse do governo baiano em realizar a ação, dando todo suporte necessário”, afirmou Bardy.

No Salon du Chocolat da Bahia o público poderá degustar e comprar chocolates finos produzidos na Bahia e em diversas partes do mundo. O estado também realizará, no mesmo período, um fórum internacional, com o objetivo de discutir a situação da produção de cacau no Brasil e no mundo. Os debates acontecerão no Palácio Rio Branco, reunindo representantes dos países produtores de cacau, e o salão propriamente dito será montado no Centro de Convenções da Bahia. Outra novidade é que os chocolateiros poderão visitar fazendas de cacau em Ilhéus.

De acordo com o secretário da Agricultura, Eduardo Salles, a idéia de realizar o evento na Bahia surgiu em 2009, quando o governador Jaques Wagner participou do Salon du Chocolat, em Paris. Em 2010, o estado assinou, na capital francesa, o termo de compromisso com a direção do evento internacional. Neste mesmo ano, o cacau baiano produzido na Fazenda São Pedro, em Ilhéus, foi considerado o melhor do mundo, na categoria Cacau Chocolate, durante o Concurso Internacional de Amêndoas de Cacau, em Paris.

“A Bahia já entrou no circuito internacional do chocolate. Teremos a oportunidade de mostrar ao mundo a qualidade do nosso cacau e do nosso chocolate”, disse o secretário.

Banner do Governo da Bahia: Campanha 'Aqui é trabalho', veiculada nesta sexta-feira (04/11/2021).
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114847 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]