Agência Espacial Brasileira faz acordo com a Nasa para compartilhar tecnologia

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

A Agência Espacial Brasileira (AEB) e a Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) assinaram hoje (27/10/2011) acordos de cooperação científica para estudos sobre o clima e a camada de ozônio. O acordo possibilita ao Brasil o acesso aos dados do programa nipo-americano de acompanhamento das chuvas, chamado de Medidas Globais de Precipitação.

“Estados Unidos e Japão vão lançar uma constelação de satélites a partir de 2012 para fazer um monitoramento de chuva no planeta. Nós vamos receber os dados. Esse acordo permite esse tipo de implementação das análises de precipitação que nos interessam”, disse Marco Antônio Chamon, coordenador de Gestão Tecnológica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Em contrapartida, os cientistas brasileiros irão auxiliar na calibragem dos satélites. Técnicos do Inpe irão fazer medições no território brasileiro usando radares meteorológicos e outros equipamentos. Os dados serão repassados aos americanos e japoneses para comparação entre as medições que são feitas em solo com as feitas pelo satélite.

Os acordos também possibilitarão ao Brasil acesso às medições da camada de ozônio que satélites norte-americanos fazem sobre o território brasileiro. E os dados produzidos pelo Brasil sobre a camada de ozônio serão repassdos aos americanos. Estão previstos também trabalhos conjuntos na área de lançamentos de balões.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).