Porto Seguro | Novo prazo para inscrição de trabalho científico no Simpósio do Papaya Brasileiro: 3 de outubro

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

A comissão organizadora do V Simpósio do Papaya Brasileiro anunciou para o dia 3 de outubro o novo prazo de envio de trabalhos técnico-científicos para apresentação no evento, que vai acontecer de 31 de outubro a 4 de novembro no Náutico Praia Hotel & Convention Center, em Porto Seguro (BA).

São aceitos trabalhos inéditos, escritos em português e que representem contribuição para avanço do conhecimento econômico, social e/ou ambiental da cadeia produtiva do mamoeiro. O resumo deve relatar resultado de trabalho de pesquisa científica ou de informação tecnológica. São aceitas também revisões bibliográficas, desde que tragam contribuições significativas e inovadoras. E não são aceitas descrições de projetos ou propostas de trabalho. IMPORTANTE: para enviar resumos é preciso estar inscrito no simpósio (tudo pode ser feito pelo site www.papayabrasileiro.com.br).

Nesta quinta edição, o Simpósio do Papaya Brasileiro, principal fórum de integração dos agentes da cadeia produtiva do mamão, é organizado pela Embrapa Mandioca e Fruticultura (Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Pesquisadores, professores, extensionistas, produtores e estudantes vão trocar experiências e informações científico-tecnológicas, sob o tema “Inovação e sustentabilidade”.

O pesquisador Jorge Loyola, presidente da comissão organizadora, informa que, nas edições anteriores, a média era de 300 participantes e 100 trabalhos científicos. “Trabalhamos com a meta, neste quinto simpósio, de 350 participantes e 120 trabalhos, que vão ser apresentados em forma de pôsteres.”

 

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9140 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).