Polícia Federal deflagra Operação Mercado Central, com objetivo de combate a clonagem de cartões e inicia fiscalização de empresas de segurança

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

A Policia Federal deflagrou em Salvador, na manhã de ontem (05/09/2011), operação policial de combate ao furto de contas bancárias mediante clonagem de cartões, em especial da Caixa Econômica Federal. Ao todo estão sendo cumpridos oito mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão preventiva, visando desarticular quadrilha de clonadores sediada em São Paulo/SP, mas com atuação em pelo menos cinco estados da Federação, inclusive, na Bahia.

A maioria dos integrantes da quadrilha têm entre 25 e 35 anos de idade e já tinham sido presos em outras oportunidades, porém continuavam em franca atividade, inclusive com indícios de participação em outras modalidades criminosas, tais como a explosão de caixas eletrônicos.

A investigação teve início a partir da identificação de fragmentos papilares – impressões digitais- de dois criminosos encontrados em artefatos chupa-cabras localizados em terminais da Caixa Econômica Federal, em Salvador/BA. O mapeamento da ação do grupo foi possível graças ao Banco de Dados de Fraudes Bancárias do Projeto Tentáculos, o qual foi instituído numa parceria da PF com a Caixa Econômica Federal.

Segundo relatório do Projeto Tentáculos é possível que o prejuízo causado pelo grupo criminoso alcance cifras superiores a R$500.000,00.

Todos os sete mandados de prisão foram cumpridos e durante as buscas foram apreendidos cartões clonados, equipamentos utilizados para a perpetração das fraudes, bem como, carros, bens e artigos de luxo obtidos com o dinheiro do ilícito.

Os presos e os bens apreendidos estão sendo encaminhados à Superintendência Regional da PF em São Paulo para adoção dos procedimentos legais cabíveis.

Todos os presos depois de interrogados serão encaminhados ao sistema prisional e responderão pelos crimes previstos nos Artigos 155, § 4º, Inciso II,(furto qualificado mediante fraude), e 288(formação de quadrilha) do Código Penal, artigo 10 da Lei 9296/98(quebra de sigilo telemático) e artigo 10 da Lei Complementar nº 105/2001(quebra de sigilo bancário).

PF fisclaiza empresas de segurança privada

A Polícia Federal pôs fim neste final de semana, 3 e 4 de setembro, à atividade de segurança privada irregular que era prestada em estabelecimentos comerciais e num evento ocorrido em Jitaúna /BA.

Um vigilante foi preso em flagrante com um revolver calibre 38. Também foram apreendidas mais de 60 peças de uniformes dos seguranças clandestinos. A operação é permanente e vai continuar em toda região com o intuito de coibir a ação das empresas irregulares que empregam mão de obra não qualificada e em desacordo com a LEI 7.102/83.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111097 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]