Em Salvador, no TCA, acontece Conversas Plugadas Especial com José Miguel Wisnik com literatura e música em diálogo

em-salvador-no-tca-acontece-conversas-plugadas-especial-com-jose-miguel-wisnik-com-literatura-e-musica-em-dialogoTransversalidade das linguagens conduz bate-papo aberto ao público na sala principal do TCA.

Em 21 de setembro de 2011, às 19:30 horas, o professor, ensaísta, músico e compositor José Miguel Wisnik participa do projeto Conversas Plugadas Especial, na sala principal do Teatro Castro Alves. No bate-papo, Wisnik fala de literatura e entremeia a conversa com música, linguagens com as quais trabalha, apresentando esta transversalidade acompanhado de um piano. A entrada é franca e os ingressos são distribuídos a partir do meio-dia, no dia do evento. A palestra ainda será transmitida ao vivo pelo portal do IRDEB.

Esta edição do Conversas Plugadas é uma realização do Teatro Castro Alves e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), com apoio do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia IRDEB), Rede Bahia, Instituto de Letras da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Unijorge.

WISNIK – Nascido em São Vicente, São Paulo, em 1948, José Miguel Wisnik é Doutor em Teoria Literária, livre docente em Literatura Brasileira pela Universidade de São Paulo, ensaísta, compositor e músico. Como ensaísta, publicou O Coro dos Contrários – A Música em Torno da Semana de 22; Música: O Nacional e o Popular na Cultura Brasileira; O Som e o Sentido; Sem Receita – Ensaios e Canções; José Miguel Wisnik – Livro de Partituras; Veneno Remédio – O Futebol e o Brasil; e Machado Maxixe. Participou também dos livros coletivos Os Sentidos da Paixão; O Olhar; Ética; e Poetas que Pensaram o Mundo.

Como compositor, lançou os CDs autorais José Miguel Wisnik (Camerati, 1993), São Paulo Rio (Maianga, 2000) e Pérolas aos Poucos(Maianga, 2003). Fez música para dança (Nazareth, do grupo Corpo, em 1993; Parabelo, em parceria com Tom Zé, para o mesmo grupo Corpo, em 1997; e Onqotô, em parceria com Caetano Veloso, em 2005), cinema (Terra Estrangeira, de Walter Salles Jr. e Daniela Thomas, em 1995; Janela da Alma, de João Jardim e Walter Carvalho, 2001) e teatro (As Boas; Hamlet; e Mistérios Gozozos, para o Teatro Oficina; além de Pentesiléias, de Daniela Thomas, dirigida por Bete Coelho). Dirigiu o CD Do Cóccix até o Pescoço, de Elza Soares (2002). Além da própria Elza Soares, tem músicas interpretadas por Ná Ozzetti, Jussara Silveira, Monica Salmaso, Maria Bethania, Zizi Possi, Zélia Duncan, Djavan e Caetano Veloso. Gal Costa gravou Embebedado, uma parceria de José Miguel Wisnik com Chico Buarque, no seu CD Hoje (2005).

Recebeu o Prêmio Jabuti da Câmara Brasileira do Livro em 1978 (como Revelação de Autor), foi indicado na categoria Ensaio em 1989 e novamente premiado em 2009 (segundo lugar, na categoria Ciências Humanas). Recebeu a bolsa da John Simon Guggenheim Foundation (1983-84), o prêmio Noel Rosa como compositor revelação em 1989, o prêmio do Festival de Gramado na categoria música original para curta-metragem (1989), o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte por suas produções para teatro e dança em 1991, 1993 e 1995, e o prêmio de melhor música do Festival de Cinema do Ceará, pelo documentário longa-metragemJanela da Alma, em 2001.

Foi indicado para o Prêmio Multicultural Estadão (1998), para o Prêmio Rival da Música Popular Brasileira (2004) nas categorias melhor CD e melhor compositor, e para o Grammy Latino na categoria “Melhor canção brasileira”, com Ponte Aérea, gravada por Eveline Hecker no CD do mesmo nome. Em 2009, recebeu a Ordem do Mérito Cultural. Em janeiro-maio de 2006, também deu aulas como Professor visitante na Universidade da Califórnia, em Berkeley.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120656 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.