EBDA capacita técnicos para atuar no programa Brasil Sem Miséria em Irecê

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Agricultores familiares que vivem em situação de extrema pobreza no Território Irecê terão prioridade nas ações desenvolvidas pelo Programa Brasil Sem Miséria, do governo federal, executado pela Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), autarquia da Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri). Na próxima semana (12 e 17), a empresa realiza, no Centro de Formação de Agricultores Familiares de Irecê (Centrefértil), uma capacitação para cerca de 50 técnicos, que deverão atuar por meio do programa no território.

O evento, que será conduzido por técnicos do Ministério do Desenvolvimento Agrário, capacitará profissionais áreas de ciências agrárias, saúde e educação para atender à Chamada Pública 001/2011 do Programa Brasil Sem Miséria e atuar como agentes multiplicadores e interlocutores entre as políticas públicas e as famílias assistidas.

O gerente regional da EBDA em Irecê, Joelson Matos, explica que no território são cerca de 4.800 famílias vivendo em extrema pobreza. Com a contratação de uma equipe multidisciplinar, a gerência pretende reduzir ao máximo esse indicativo. “Estamos fazendo um trabalho diferenciado para atender os agricultores familiares. O Nordeste é a região mais afetada pela pobreza e o Território Irecê lidera na Bahia. Precisamos reverter esse quadro”.

Mais produção e renda

Por meio das Chamadas Públicas, o governo federal atenderá individualmente as famílias rurais em extrema pobreza, fornecendo assistência técnica e extensão rural específicos. O atendimento, previsto para iniciar ainda este mês, será feito ao longo de 17 meses, quando as equipes multidisciplinares realizarão um Diagnóstico da Unidade de Produção Familiar (UPF), utilizando modelos de formulários fornecidos pelo próprio MDA e pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Além de encaminhar o acesso de agricultores familiares às políticas públicas, os dados permitirão a elaboração do Projeto de Estruturação Produtiva e Social Familiar.

Em Irecê, os profissionais contratados pela EBDA vão monitorar a produção e a renda dos agricultores assistidos, com o objetivo de promover a estruturação produtiva e social das unidades familiares. Além disso, a equipe realizará também um mapeamento das carências das famílias como documentação, acesso a benefícios sociais, alfabetização, casa, água, luz e estrada, encaminhando as demandas aos órgãos responsáveis na estrutura administrativa local. Com essas ações, a EBDA pretende estruturar a produção para o consumo das próprias famílias e comercialização do excedente em mercados locais.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108942 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]