Deputado Zé Neto diz que Governo amplia orçamento das universidades estaduais baianas

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

UEFS passará a receber aproximadamente R$ 178 milhões em 2012, o que representa R$ 18 milhões a mais que o orçamento deste ano.

Ao contrário do que foi divulgado recentemente na imprensa, a Coordenação de Ensino Superior da Secretaria Estadual de Educação informa que não houve qualquer corte do orçamento destinado à Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS).

“Nos últimos cinco anos, mais de que dobrou o valor destinado à educação superior e os valores continuarão subindo”, afirma o coordenador professor Clóvis Caribé, segundo o qual o Governo do Estado assumiu totalmente a folha de pagamento, já que gastos com a folha, evidentemente, são maiores. “O restante do valor as Universidades distribuem da forma mais adequada”, esclarece.

De acordo com Clóvis, das quatro universidades estaduais (UEFS, UESB, UESC e UNEB), apenas a UEFS se queixa da quantia disponibilizada. “Os valores foram ampliados, cabe às instituições administrá-los de acordo com suas prioridades”, afirma.

“Ampliamos em torno de 80% os recursos das quatro universidades estaduais baianas”, expõe o líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Zé Neto ao afirmar que a intenção do Governo Wagner é fazer com que as UEBAS tenham autonomia total dos seus recursos para garantir uma gestão cada vez mais democrática e participativa.

Dados – Conforme dados disponibilizados pela SEC, em 2006 (gestão anterior) a quantia disponível para a UEFS era de R$ 93.795 milhões. Em 2011, o valor repassado foi de R$ 159.474 milhões. Em 2012 o valor será de R$ 177.387. Se comparado com 2006, mais R$ 83.592 milhões serão destinados para a UEFS no próximo ano. Se compararmos 2011 com 2112, o aumento será de R$ 17.913 milhões. No caso da UNEB, em 2006 o orçamento era de R$ 152.157 milhões e, em 2012 vai saltar para R$ 313.796 milhões. Já a UESB sai da casa dos R$ 77.938 (2006) para R$ 170.288 milhões. A UESC sai de R$ 63.003 (2006) para R$145.201 (2012).

Para conferir o orçamento 2006/2012 das UEBAS, clique aqui. )

O balanço de despesas de 2006 a 2012 pode ser conferido aqui. )

Para conferir a distribuição de cotas das Universidades no período de 2012 a 2015, clique aqui. )

Sobre Carlos Augusto 9515 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).