Conselho de Ética do PMDB da Bahia decide por expulsão dos deputados Alan Sanches, Ivana Bastos e Timóteo Brito

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Em nota emitida após reunião na sede do partido, em Salvador, nesta segunda-feira (05), o Conselho de Ética do PMDB da Bahia resolveu, por unanimidade, a expulsão dos deputados estaduais Alan Sanches, Ivana Bastos e Timóteo Brito. A decisão, de acordo com o documento, teve como base as notas taquigráficas da Sessão Plenária de votação que aprovou a alteração das normas do PLANSERV, diante dos votos dos três parlamentares favoráveis ao projeto, desobedecendo a orientação do vice-presidente da Assembleia Legislativa, Deputado Leur Lomanto Jr. (PMDB), e do Líder da Bancada do PMDB na Casa, Deputado Luciano Simões, conforme o partido já havia fechado questão.

Ainda de acordo com o documento, o PMDB reitera a oposição ao atual gestão do Governo do Estado e ao projeto que altera as normas do Planserv. “O PMDB reafirma seu repúdio às alterações do PLANSERV, levadas a cabo pelo atual Governo da Bahia, comprometendo-se a recorrer à Justiça a fim de que os servidores do Estado não mais sejam tolhidos nos seus direitos fundamentais, no caso, à saúde”, conclui a nota, assinada pelo presidente da Comissão de Ética e Disciplina, Juvenal Maynart, e pelo secretário-geral do partido na Bahia, Almir Melo.

Leia íntegra da nota

Alan Sanches lamenta expulsão e fala em ‘ditadura’ do PMDB baiano

Após ser surpreendido com a notícia de que havia sido expulso do PMDB, o deputado estadual Alan Sanches lamentou a forma que o processo foi conduzido. “Não recebi nenhuma notificação. Para se ter ideia tomei conhecimento da minha expulsão e dos meus colegas (Ivana Bastos e Temóteo Brito) pela imprensa. Sequer nos foi permitido o direito de defesa. O que comprova a forma antirepublicana e antidemocrática dos dirigentes peemedebistas tratar seus filiados””, destacou, complementando que hoje à tarde, inclusive, recebeu uma ligação da assessoria do presidente nacional da sigla, Valdir Raupp, convidando-o para participar de um fórum dia 15, às 16h, em Brasília.

O PMDB alega que a expulsão se deu por conta da votação do Planserv, onde os deputados teriam votado de forma contrária à orientação da bancada. Contudo, de acordo com Alan Sanches, o projeto hora nenhuma foi discutido internamente pelo grupo. Mais além, o deputado afirmou que desde o dia em que participou da festa de lançamento do PSD no estado, vem sendo perseguido pela legenda. “De lá para cá, para utilizar o tempo partidário que nos é de direito tínhamos que pedir favor aos colegas de outras legendas, pois dentro do PMDB isso nos era negado. Ou seja, o PMDB da Bahia prega democracia, mas internamente não a pratica”, destacou.

Por fim, o parlamentar desejou boa sorte aos peemedebistas que ficam e fez questão de deixar um questionamento no ar: “Será que o real motivo que gerou a nossa expulsão de forma tão arbitrária e ditatorial foi, de fato, a votação de um projeto que sequer foi discutido internamente pela nossa bancada ou a possibilidade da criação de uma nova agremiação partidária? Que respondam os coronéis de plantão”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113684 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]