Prefeito de Amélia Rodrigues faz um balanço dos 32 meses de governo, critica Paulo Facão e diz que a mudança da gestão foi total

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Antônio Carlos Paim Cardoso (Toinho do PT), prefeito de Amélia Rodrigues.
Antônio Carlos Paim Cardoso (Toinho do PT), prefeito de Amélia Rodrigues.

Antônio Carlos Paim, conhecido como Toinho do PT, prefeito de Amélia Rodrigues, fala com exclusividade ao Jornal Grande Bahia sobre os desafios de implantar uma gestão petista em um município que foi administrado nos últimos oito anos pelos Democratas.

O diretor do JGB, Carlos Augusto, conversou com Toinho do PT sobre Orçamento Participativo, geração de empregos, Via Bahia, investimentos em educação, saúde e infraestrutura, crescimento industrial, melhoria na agricultura, ação social e convênios.

Ao final do primeiro bloco da entrevista, o atual prefeito, Toinho do PT, dispara e crítica duramente o seu antecessor Paulo Falcão:

“Encontramos a cidade com tudo que é pendencia, em todos os convênios da gestão anterior. Levamos dois anos e meio para ir consertando o desmando que encontramos da administração passada.”

Jornal Grande Bahia – São 32 meses de administração. Você herda uma administração que veio dos Democratas e implanta a administração petista em Amélia Rodrigues. O que conseguiu modificar?

Antônio Carlos Paim – Mudança total. Mudança até de procedimentos, onde é nosso costume está discutido com a sociedade, está envolvendo a sociedade. Em todos os trabalhos e projetos do município, implantamos o orçamento participativo.

Fomos atrás da geração de emprego, aproveitando os investimentos que podemos levar. E essa questão está fazendo diferença, porque brigamos para implantar a Via Bahia dentro do município. Pois sabíamos que mais do que arrecadação, o emprego seria a parte mais interessante da história.

É aonde o pessoal chega e diz, “Amélia Rodrigues está recebendo uma fortuna da Via Bahia”. Nós recebemos em média R$ 25 mil por mês, mas a grande jogada foi exatamente segurar a Via Bahia, com investimentos em Amélia Rodrigues e assegurar os empregos para toda a cidade. Então, todo o processo da Via Bahia com as empreiteiras e as empresas terceirizadas, gera 400 empregos na cidade. Nós encontramos a cidade com desempregado, sem investimento, sem perspectiva nenhuma para a juventude, e isso vem mudando.

Educação

Vem mudando na educação. Nas estruturas das escolas. Nós recuperamos todas, recuperamos e ampliamos com verba própria, com recursos próprios. Temos 11 escolas em tempo integral, vamos ampliar para 13 escolas, onde antes não existia nenhuma. Na creche que não existia, hoje contamos com cinco. Essa semana mandamos um projeto para a Câmara de R$ 1.272 milhão para essa creche modelo do Governo Federal, que ano que vem irá funcionar, são 250 crianças que iremos colocar.

Saúde

Na saúde encontramos um posto médico, que era para ter sido hospital de pequeno porte desde 2006, e que funcionava pessimamente como posto médico. Investimos e recuperamos a estrutura.

Licitamos e recebemos os equipamentos para  o hospital municipal. Estamos ampliando os serviços ofertados, com ultrassom, raio X. Estamos investindo R$ 1,1 milhão no hospital, que será reinaugurado no dia 20 de outubro, cinquentenário da cidade, esse hospital e outros investimentos que a estamos trazendo para a cidade.

Infraestrutura

Reforma e construção de praça, calçamento de ruas, investimentos para que a gente possa fazer com que os empregos cheguem à cidade. Hoje nós temos um Banco do Brasil, onde se dizia que não se comportava outro banco, e hoje, passamos a contar com o Bradesco. Que será inaugurado no dia 20 [08/2011].

Indústria e Agricultura

No setor industrial temos crescimento. Algumas indústrias instaladas estão sendo ampliadas e outras possuem área comprada para ser instalarem.

Vivemos um processo de mudanças na agricultura, com os programas do governo, passamos a compra alimentação escolar da agricultura familiar.

Através da CONAB se realiza a compra direta do agricultor em Amélia Rodrigues. No ano passado foram disponibilizados quase R$ 600 mil para a agricultura, e observe que a agricultura de Amélia Rodrigues nunca viu um centavo. Via apenas através de financiamento, do PRONAF. Passamos a comprar os produtos da agricultura familiar e hoje está lá, uma agricultura diferenciada.

Ação Social

Nós estamos realizando a conferência do SUAS na cidade, e estamos fazendo também a conferência de cultura.

Então, isso tudo foi colocado em pauta dentro do município. Porque é a primeira vez que está acontecendo. Essa discussão das conferências, pública do governo, conferência da mulher, combate ao racismo, cultura, e conferência da juventude.

Convênios

Estamos pautados com a política de crescimento de investimento de estruturação, de arrumação da cidade. Encontramos a cidade com tudo que é pendencia, em todos os convênios da gestão anterior. Levamos dois anos e meio para ir consertando o desmando que encontramos da administração passada [ex-prefeito Paulo Falcão e o vice Eraldo Paim]. Hoje estamos com os projetos e executando todos eles para que a cidade finalmente chegue onde a estamos pretendendo.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113501 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]