Medicamentos de saúde mental passará a ser entregue pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Confira as últimas notícias do governo municipal

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Abastecimento da medicação é uma contrapartida estadual

Para evitar que os pacientes assistidos pelas unidades do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) permaneçam por mais tempo sem os medicamentos de saúde mental, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou no último dia 20, em caráter emergencial e na modalidade pregão eletrônico, licitação para aquisição dos medicamentos.

O fornecimento da medicação utilizada pelos pacientes que sofrem de transtornos mentais é uma contrapartida estadual, através da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), assim como o abastecimento de outros medicamentos, a exemplo os de farmácia básica.

A diretora de Gestão da Rede Própria, Gilberte Lucas, observa que o não envio dos medicamentos e, consequentemente, desabastecimento das unidades do Caps, exigiu que os itens que são fornecidos pelo Estado fossem incluídos na licitação de medicamentos da contrapartida municipal, tendo em vista a falta deles na Sesab. “Não podemos permitir que os pacientes fiquem sem os medicamentos necessários para o tratamento. Por isso, adotamos tal medida”, afirma.

Segundo Gilberte Lucas, a licitação encontra-se em processo de finalização. “Estamos recebendo as documentações dos fornecedores para, em seguida, realizar a homologação. Acreditamos que os medicamentos sejam dispensados à população em no máximo 30 dias”, informa.

A Sesab alega que as causas da falta dos medicamentos são os atrasos nas entregas dos fornecedores, que não cumpriram os prazos previstos; problemas no processo de fabricação, por indisponibilidade de matéria-prima no mercado; além da morosidade excessiva provocada pelas impugnações dos processos licitatórios.

Reforma da Quadra de Esportes do Subaé

Visando proporcionar melhores condições de lazer à comunidade do bairro Subaé, a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) deu início à reforma da Quadra de Esportes localizada entre as ruas Professora Celina Vidal de Moura e Tupirandi.

As intervenções incluem recuperação e pintura do piso, pintura do gradil, traves e paredes, revisão da rede elétrica, limpeza da área, retirada da rede de proteção superior. A previsão é que os serviços sejam concluídos nos próximos dez dias.

Para a comunidade, a reforma vai melhorar o aspecto do equipamento e atrair mais jovens para a prática de esportes e diversão. “A quadra é a nossa melhor opção de lazer e estava precisando mesmo de uma reforma. Todos os dias a turma se reúne para jogar futebol aqui, depois que estiver pronta com certeza muita gente vai querer participar”, afirma o estudante Ellisson Ribeiro Santos, de 13 anos.

O jovem Kaio Rodrigues de Jesus, de 9 anos, comemorou as melhorias que serão empregadas no equipamento. “É sempre bom ter uma quadra bonita, iluminada para que a gente possa brincar com segurança. Todos os meus colegas que participam dos jogos estão contando as horas para a entrega da nossa quadra reformada”, declarou.

O adolescente Alexandre das Virgens Lima também se declarou ansioso pela conclusão dos trabalhos. “A quadra estava mesmo precisando de uma reforma para consertar as rachaduras no piso, tirar essa rede que colocaram para a bola não sair da quadra pela parte de cima. Depois que a quadra for entregue toda reformada vamos jogar com mais estímulo”, afirmou Alexandre.

Atendimento humanizado no Hospital da Mulher

Gestantes de Feira de Santana e de mais 100 municípios circunvizinhos contam com atendimento humanizado no Hospital Inácia Pinto dos Santos, o Hospital da Mulher. A unidade é referência em atendimentos a parturientes e também a recém nascidos de alto risco.

Durante o final de semana foram registrados 178 atendimentos até o início da tarde deste domingo (07). Desse total foram efetuados 42 internamentos entre partos e curetagens.

A estudante Fernanda Mercês da Silva, de 18 anos, deu à luz ao pequeno Natan Luís e demonstrou satisfação pelo atendimento recebido. “Fui muito bem atendida desde o momento da chegada, quando sentia muitas dores, até mesmo depois do nascimento do meu bebê”, revelou a parturiente.

O tratamento humanizado foi destacado também pela dona de casa Cristina Torquato Abreu, moradora do município de Quijingue. “Quando comecei a sentir as dores o médico da minha cidade me encaminhou para o Hospital da Mulher. A equipe me recebeu com bastante cuidado. Eu e o meu bebê recebemos todos os cuidados necessários”, afirmou.

O Hospital da Mulher está recebendo melhorias como pintura nas paredes e móveis, substituição das portas, reparos na rede elétrica e hidráulica, limpeza geral e aquisição de novos equipamentos. O ambulatório da unidade vai passar a oferecer novas especialidades. Além de atendimento com nutricionista, fonoaudiólogo, endocrinologista, psicólogo e dentista serão oferecidas consultas com ginecologista, angiologista e cardiologista, e serviços de ultrassom e endoscopia.

Construção de pontilhões no bairro Aviário

Visando evitar alagamentos em períodos de chuva e melhorar o acesso e tráfego no trecho que liga as ruas Senador Quintino e Três Irmãos, no bairro Aviário, o governo municipal deu início as obras de construções de dois pontilhões. Para a comunidade local, o equipamento é uma antiga reivindicação da comunidade.

A moradora Luciene Ferreira disse que está ansiosa pela conclusão das obras. “Graças a Deus que a solicitação foi atendida. Teremos melhores condições de andar pela rua, principalmente nos dias de chuva. A comunidade está torcendo para que a construção não demore de ser concluída”, afirmou.

O aposentado Antonio da Costa destacou a importância dos pontilhões, também, para garantir a segurança dos motoristas e pedestres que trafegam pelo trecho. “Nos dias de chuva, a lama e os buracos oferecem muito perigo a quem passa por aqui. Com certeza, depois que a obra for entregue tudo vai melhorar e vamos ter orgulho de morar no Aviário”, declarou.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano, José Pinheiro, os pontilhões facilitarão o fluxo do afluente do rio Subaé, que corta a via. Os serviços envolvem recursos da ordem de R$ 240 mil e estão sendo executados pela empresa CKM Ltda, vencedora de licitação pública. Os recursos são do Município.

Feiras livres uma opção de compra e venda

Para quem gosta de saborear produtos típicos da região, as feiras livres oferecem uma imensa variedade por valores acessíveis a todos os bolsos. Na feirinha do Tomba, por exemplo, o consumidor encontra grande oferta de produtos como beiju, tapioca, massas prontas para confecção de bolos, cocadas, dentre outros.

O pacote de beiju pode ser encontrado de R4 1,50 a R$ 2,50. Já o litro da tapioca ou de goma sai por até R$ 3,00. Quem aprecia o bolo na palha tem a oportunidade de degustar a guloseima que custa R$ 1,50.

Para a comerciante Carla Margarete Dias Neves, as feiras livres atraem um público variado e favorecem as vendas. “O melhor lugar para vender é na feira, porque vem pessoas de todas as classes para comprar nossos produtos e isso aquece os nossos lucros”, afirma.

A produtora rural Joselina Santos, da comunidade de Terra Dura, diz que sobrevive dos lucros gerados com a venda de seus produtos nas feiras. “Há muitos anos que trago beiju, puba, goma e tapioca, tudo produzido na roça, para vender na feira. Já tenho meus clientes certos e a cada final de semana conquisto novos fregueses”, destaca a produtora.

Ainda nas bancas da feira do Tomba os consumidores encontram os ingredientes essenciais para fazer a tradicional comida baiana, como castanha, amendoim torrado, camarão seco e azeite de dendê artesanal.

“O preço do camarão varia de R$ 4,00 a R$ 8,00, conforme o tamanho e espécie. Já o azeite tem de R$ 3,00 a R$ 5,00. As pessoas procuram bastante porque os nossos produtos artesanais dão mais sabor à comida do que os produtos industrializados”, informa a comerciante do ramo, Raimunda Leite da Silva.

Outra boa opção são os condimentos. De acordo com a vendedora Raimunda, os temperos preparados não possuem conservantes e contribuem para preservar a saúde. “Aqui as pessoas encontram corante, pimenta do reino moída e em semente, cominho e o arisco caseiro. Cada unidade sai por R$ 1,00”, pontua.

Festival Gospel revela novos talentos

Com a finalidade de revelar novos talentos ligados à área musical, a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer e a Fundação Cultural Municipal Egberto Tavares Costa, iniciou na quinta-feira (4) as inscrições da 4ª edição do Festival de Música Gospel. Compositores ou intérpretes podem se inscrever até o dia 19 de agosto no Departamento de Atividades Culturais, no Centro de Cultura Maestro Miro, no Muchila, de segunda-feira a sexta-feira, das 9 às 11 e das 14 às 16horas.

O Festival é dividido em quatro etapas. A pré-seleção dos inscritos será realizada no dia 20 de agosto. As fases eliminatórias são abertas ao público, sendo que a primeira eliminatória acontece no dia 03 de setembro, já a segunda será no dia 04 de setembro, no Centro de Cultura Maestro Miro. A grande final vai ser realizada no dia 08 de setembro, no Parque de Exposição João Martins da Silva.

A premiação total do Festival será de R$ 8.500,00, sendo que os primeiros colocados receberão (R$3.000,00, R$ 1.500,00 e R$ 1.200,00 respectivamente). O melhor arranjo receberá R$ 900,00 e melhor performance R$ 500,00. Já o melhor intérprete feminino e masculino receberá R$ 700,00 cada um.

Os interessados em participar do Festival de Música Gospel devem apresentar os seguintes documentos: ficha de inscrição devidamente preenchida, xérox do RG, comprovação de residência, uma foto artística, um CD gravado com a música inédita do participante, e dez cópias da letra digitada, cifrada ou com partitura.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112884 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]