Lá no avarandado…

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Dele mesmo, Luciano Serva Ferreira, almirante das areias do mar da Bahia. Economista de profissão e barraqueiro por vocação, agora em doce exílio varandal.

No sábado passado, 20/08/2011, reunimos parentes e aderentes e fomos degustar pescados e frutos do mar na Varanda de Luciano, em Stella Maris. Sim ele mesmo, Luciano Serva Ferreira, almirante das areias do mar da Bahia. Economista de profissão e barraqueiro por vocação, agora em doce exílio varandal.

Como a Varanda está temporariamente em recesso dos (ótimos) espetáculos musicais ali apresentados, por força da lei de sussurros e silêncios imposta por provecta vizinha, tivemos a oportunidade de encontrar Luciano placidamente deitado em rede varandal, enquanto quem fazia as honras da casa era o seu filho Adriano.

Nos reunimos em volta da grande mesa da Varanda e lá, entre pititingas, agulhinhas fritas e camarões ao alho e óleo, debatíamos com os demais convivas amigos sobre tudo e sobre todos, isto é, nenhum assunto nos escapava. Discutíamos sobre o que sabíamos e ignorávamos — qualquer assunto era tema de superficial prospecção.

Lembram das filosóficas conversas de mesa de bar, digo, mesa de barraca da Praia de Pituaçu? Pois ocorreu uma réplica. Argumentos mais inusitados e inverossímeis eram utilizados sobre cultura, política, economia, esporte, lazer, diversão… nada escapava.

E conforme aumentava a ingestão de louras devassas e branquinhas de abaíra pelos participantes da mesa quadrada, mais insólitas pareciam as teses: a ameaça chinesa ao capitalismo global, a quiçá nova divisão político-administrativa da federação brasileira, receita de queijo mineiro, a ideal divisão regional nacional etc… como falei: nada escapava.

Lembrando dos bons amigos, organizávamos uma caravana baiana para invadir São Paulo, no ato de lançamento de “Balada de Itapuã”, livro do poeta Fernando Coelho, quando coincidentemente e telepaticamente o poeta nos telefona do seu doce exílio da Praia Grande paulista.

De lá das praias paulistas, Fernando manda notícias e saúda a todos, ao lado da sua ocupada Nadir, a risonha amiga atarefada em cozinhar um cuscuz com sardinha para o exigente paladar de seu feliz esposo.

O Coelho poeta ficou de confirmar a data, pois o local está mais que confirmadíssimo: o bar restaurante Consulado Mineiro, na badalada Praça Benedito Calixto, em Pinheiros, Sala Fernando Coelho, mesa 21 da confraria mineira de bebidas e letras.

O DJ Brasileiro encabeça a lista da embaixada baiana que invadirá São Paulo, ao lado de Luciano e a Sentelha que abrasou o sexagenário coração do varandeiro amigo. O best seller Nivaldo Lariú ficou de confirmar a sua participação, ao lado da sua Janete. Já o apocalíptico romancista Lulafonso, a grande ameaça branca, assinou pressurosamente a lista de adesão ao importante evento etílico-poético-literário do zoonímico autor.

Aproveitando a oportunidade, haverá dois grandes acontecimentos neste ansiado périplo paulistano: a noite de autógrafos de Fernando Coelho e, no dia seguinte, a comemoração do Dia da Sogra, quando Luciano homenageará a Sentelha Mãe, pela passagem do seu dia.

Ah na verdade é o Dia da Sogra dos Baianos, instituído pelo escritor Jorge Amado, ao pedir a mão da sua Zélia paulista a mama italiana da amada cônjuge — “acontece que eu sou baiano, acontece que ela não é…”

A tarde avançava entre causos e mais causos, embalada ao som da música do compositor acreano João Donato, capitaneada pelo dedicado DJ Brasileiro, dublê de musicista e jurisconsulto.

São Paulo nos aguarde.

Sobre Juarez Duarte Bomfim 741 Artigos
Baiano de Salvador, Juarez Duarte Bomfim é sociólogo e mestre em Administração pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), doutor em Geografia Humana pela Universidade de Salamanca, Espanha; e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Tem trabalhos publicados no campo da Sociologia, Ciência Política, Teoria das Organizações e Geografia Humana. Diversas outras publicações também sobre religiosidade e espiritualidade. Suas aventuras poético-literárias são divulgadas no Blog abrigado no Jornal Grande Bahia. E-mail para contato: [email protected]