Deputado federal ACM Neto diz que PT quer aparelhar até obra de arte na Bahia

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Em contado com o deputado federal ACM Neto (DEM) pelo Twitter, Mirella Bastos, sobrinha-neta do falecido artista plástico Carlos Bastos, demonstrou indignação com a proposta do deputado estadual Paulo Rangel (PT) de substituir personagens retratados na pintura “A procissão do Senhor dos Navegantes”, que foi retirada do plenário da Assembleia para restauração. A pintura, de autoria do artista, foi feita em 1993 em referência à principal galeota, Gratidão do Povo, utilizada na festa realizada no dia 1° de janeiro de cada ano, desde 1892, e homenageia figuras importantes da religião, da cultura e da política, a exemplo do falecido senador ACM.

A obra encanta quem visita o plenário da Assembleia. “Estou revoltada com a ideia desse deputado Paulo Rangel, que não sabe de arte nem de história e quer mudar o painel da Assembleia”, escreveu Mirella Bastos. “A pintura representa uma época na Bahia. Além de várias figuras valiosas, como o seu avô. Se ele (esse deputado) não entende de arte, q se cale”, afirmou a sobrinha-neta de Carlos Bastos.

Adulteração – ACM Neto disse que Rangel quer adulterar uma obra de arte para “puxar o saco” do governador Jaques Wagner. “Ele (o deputado) acha que vai conseguir apagar o senador ACM da memória dos baianos com atitudes baixas e mesquinhas como essa. Não é adulterando uma obra de arte, apagando a imagem de ACM e colocando a do governador, que esse deputado vai conseguir reescrever a história. Seria muito mais honesto mandar o governador trabalhar para merecer homenagens como essa”, declarou.

Na Assembleia Legislativa, o deputado Bruno Reis (PRP), em um discurso duro, mas sem abrir mão da ironia, criticou a proposta de Paulo Rangel. “As mudanças que aconteceram no quadro ao longo dos anos foram feitas pelo próprio artista plástico. Ele agora já morreu. Qualquer mudança vai ser adulteração. Ou então o deputado Paulo Rangel vai psicografar, recebendo o espírito do artista”, disse. “O governador Jaques Wagner deveria era deixar de vender ilusões como a ponte Salvador-Itaparica e arregaçar as mangas para receber uma homenagem como essa”, complementou.a

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116891 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.