Depoimento de vereador em Delegacia repercute na Câmara Municipal de Feira de Santana. Confira as notícias

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana solicita que colega apresente nomes de políticos envolvidos com o caso Subaé Brasil

Na sessão da Câmara Municipal desta terça-feira (9) o vereador Ribeiro comentou sobre sua ida a Delegacia, acompanhando o vereador oposicionista Roberto Tourinho que prestou esclarecimentos sobre a denúncia de envolvimento do Prefeito Tarcízio Pimenta em irregularidades do Subaé Brasil.

Ribeiro afirmou que acredita na razão e na verdade, e como presidente da Casa da Cidadania nunca deixaria de acompanhar um colega. Ainda em seu discurso, confirmou presença na Delegacia, acompanhando o petista Marialvo Barreto, ressaltando a solidariedade que deve existir entre os pares.

Sobre o pronunciamento feito anteriormente pelo vereador Ewerton Carneiro – Tom (PTN), Ribeiro pediu que o mesmo citasse o nome dos grandes políticos que, segundo ele, também estão envolvidos nas irregularidades da cooperativa de crédito Subaé Brasil.

“O vereador tem que ser firme no seu pronunciamento, sei que ele é um político destemido, que tem um legado político em Feira de Santana e que tem grandes possibilidades de se reeleger, mas, ele tem que vir à Tribuna para dizer quais são esses nomes”, afirmou Ribeiro.

Em seguida, o presidente ressaltou que pessoalmente não estava preocupado, apesar de ser político e de estar no exercício de um mandato popular: “Nunca tive conta lá, nunca andei lá. Mas, entendo que não se pode colocar tantos nomes sob suspeita. Gostaria, que o vereador Tom, como vice-presidente desta Casa dissesse quais são estes nomes.

Frei Cal critica falta de divulgação da Conferência Municipal de Cultura

Na sessão legislativa desta terça-feira (9), da Casa da Cidadania, o vereador Carlos Alberto Costa da Rocha – Frei Cal (PMDB) anunciou a 1ª Conferencia Municipal de Cultura de Feira de Santana, que será realizada nos dias 18 e 19 do mês corrente, no Centro de Cultura Maestro Miro.

Frei Cal comentou sobre a relevância da Conferência e ressaltou a falta de divulgação por parte da Prefeitura. “Este evento é muito importante para a nossa cidade. Digo isso, porque até o presente momento não houve nenhuma divulgação desta conferência. O Fórum Municipal de Cultura também, por não ter sido divulgado e organizado com antecedência, teve uma participação muito pequena daqueles que são interessados em fazer e acontecer a cultura em Feira de Santana”, afirmou.

Para o peemedebista, “a Prefeitura gasta muito dinheiro divulgando coisas que ainda vão acontecer, como por exemplo, as obras que irão realizar. Elas são divulgadas antes e depois de concluídas, mas uma Conferência como esta, que já poderia estar sendo badalada nos meios de comunicação, infelizmente até agora nós não vimos nada”, declarou, ressaltando que a cultura de Feira de Santana, lamentavelmente, é mais uma situação que não recebe o devido apoio do poder público municipal.

Depoimento de vereador em Delegacia repercute na Câmara

“Ontem se iniciou a etapa feirense que contempla vereadores em Delegacia, para responderem a intimação por conta de uma Representação do prefeito Municipal no Ministério Público, sob alegação, segundo ele, que nós atingimos a sua honra”. A crítica foi feita pelo edil da bancada oposicionista na Casa da Cidadania, Angelo Almeida (PT), na sessão legislativa desta terça-feira (9), se referindo ao depoimento do vereador Roberto Tourinho (PSB), prestado na 1ª Delegacia de Polícia Territorial de Feira de Santana, atendendo solicitação do delegado titular, Matheus Souza Lima, visando conclusão de procedimento policial.

De acordo com o petista, que será também ouvido pelo referido delegado no próximo dia 11, “não consta na história política de Feira de Santana, a não ser nos tempos das trevas da Ditadura Militar do Brasil (1964-1985), que vereadores tenham sido levados à Delegacia por conta do debate político”.

Na sequência, o edil afirmou que está convicto que a bancada de oposição está cumprindo fielmente o seu papel, sobretudo através de denúncias referentes à aplicação de recursos públicos. “Ao denunciarmos, por exemplo, a compra de bebedouros que extraem água do ar, nós alertamos para o perigo que seria a continuidade daquele processo. Compraram 300, no entanto, o projeto era comprar quase mil. O que seria um prejuízo para o Município, nós conseguimos evitar a segunda compra que, certamente, seriam mais três milhões e 600 mil reais aproximadamente de dinheiro jogado no lixo”, afirmou.

Sobre o depoimento, conforme Roberto Tourinho, “o povo de Feira de Santana têm que ficar de olhos bem abertos para essa turma que está administrando a Prefeitura. Ontem, eles espalharam na imprensa de que os vereadores iriam depor na polícia, porque a honra e a integridade do prefeito haviam sido atingidas. Todas as perguntas que me foram feitas não tiveram nada de honra e integridade. O que o delegado queria saber é se os vereadores tiveram acesso a documentos sigilosos”, disse o líder da bancada de oposição.

Tourinho assegurou que não há documentos sigilosos. “Os documentos que nós recebemos, juntamos na Representação Criminal e encaminhamos ao Ministério Público. O que acontece é que quando veio a público esse episódio, o Ministério Público Federal já estava apurando os fatos. Esta apuração é fruto de uma apuração sigilosa e eles querem, para tentar anulá-la, é tentar provar que nós vereadores tivemos acesso a esses documentos. Ora, se eles conseguirem provar, aqueles que roubaram ficarão incólumes”, ressaltou.

Após a leitura de parte do seu depoimento ao delegado Matheus Souza, o edil reiterou: “nós tomamos conhecimento de que um ‘laranja’ operou no Subaé Brasil, ajudou a quebrar o banco, que o prefeito Tarcízio Pimenta, que tem nome e CPF, foi avalista de uma operação de crédito que recebeu 1 milhão e 800 mil reais de cheques administrativos, sendo que estes cheques foram sustados pela Comissão de uma assembléia geral especial, que foi criada nesta cooperativa”.

Os vereadores Marialvo Barreto (PT) e Carlos Alberto Costa da Rocha – Frei Cal (PMDB) também irão depor, sobre as acusações que fizeram, através da imprensa, contra o chefe do Executivo Municipal, no semestre passado.

Roque Pereira denuncia presidente de entidade sediada no Feira X

O vereador Roque Pereira (PT do B) usou a tribuna da Casa da Cidadania, nesta terça-feira (9), para denunciar o senhor conhecido como Isaias de Diogo, presidente da Associação de Moradores José Sarney, sediada no bairro Feira X, por suspeitar de práticas irregulares na sua administração.

Segundo o legislador, através de uma entidade do estado de Sergipe, o presidente da referida Associação está recebendo leite e repassando aos moradores por uma taxa de R$ 5,00. O edil também denunciou que Isaias está vendendo cestas básicas mediante o valor de R$ 17,00 para moradores da comunidade do Vila Verde, Parque Tamandari e do Feira X.

Na oportunidade, Roque Pereira disse que encaminhará as suas denúncias ao Ministério Publico para que apure os fatos, alegando que os alimentos vendidos por Isaias podem ser oriundos de uma instituição pública.

De acordo com o Roque, a sua denúncia não é uma forma de perseguição, uma vez que Isaias de Diogo pretende candidatar-se a vereador na eleição de 2012. “Estou denunciando porque ele vive maculando o nome de muitos vereadores, inclusive já teve divergências com alguns colegas meus. Eu acho que para chegar onde chegamos, não precisa pisar na cabeça de ninguém. Este cidadão não tem moral para estar falando de qualquer vereador”, desabafou.

Lulinha destaca obras do governo Municipal

O vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha (DEM), na sessão da Casa da Cidadania, desta terça-feira (9), comentou sobre as obras de pavimentação realizadas em ruas do bairro da Conceição I pela administração municipal. De acordo com o edil, o prefeito Tarcízio Pimenta atendeu as reivindicações da comunidade, encaminhadas por ele. “Com essas ruas pavimentadas falta apenas 5% para completar a reforma”, salientou, dizendo que o chefe do Executivo também estuda a possibilidade de iniciar as obras do bairro Conceição II e do Parque Brasil.

O legislador informou que as ruas Arco Íris, Itiruçu, Souza Lopes, Frei Soares e Ituaçu tiveram as intervenções iniciadas a parti das 7h30 da manhã desta de hoje. Lulinha disse também que o prefeito autorizou que o secretário de Desenvolvimento Urbano, José Pinheiro converse com o empreiteiro da obra par que incluam nessa reforma o complemento das ruas Itavera e Palmerim.

Além das pavimentações das ruas, Lulinha reclamou da dificuldade para entrar no bairro da Conceição e da colocação de iluminação pública nas proximidades da rua Palmerim.“Precisa-se urgentemente de sinaleiras ou redutores de velocidade, ou até mesmo fazer um melhoramento para poder atravessar para outro lado”, registrou o edil salientando que nessa localidade já aconteceram vários acidentes que resultaram em mortes.

Na oportunidade, o vereador Roque Pereira (PT do B) parabenizou o prefeito Tarcízio Pimenta pela realização de obras no bairro da Santa Mônica II e a reinauguração da Escola Municipal Dr. Alberto Oliveira, localizada no bairro Feira X. A unidade escolar foi totalmente equipada com lousa eletrônica e condensadores digitais, reparo na laje, pintura, e instalação na rede elétrica e hidráulica.

“Esta escola tem 23 anos de construída e nunca havia passado por uma intervenção, e agora ela esta totalmente reformada e equipada. Portanto a escola ficou muito bonita”, ressaltou.

Tom cobra atitude do prefeito contra servidores que prejudicam a administração

O vereador Ewerton Carneiro – Tom (PTN), em discurso proferido na tribuna da Casa da Cidadania, nesta terça-feira (9), sem revelar nomes, afirmou que alguns prepostos da Prefeitura Municipal de Feira de Santana, oriundos de governos anteriores, estão “travando” a administração do prefeito Tarcízio Pimenta. Para ele, já é o momento de o chefe do Executivo tomar uma posição firme contra os detentores de cargos de confiança que não estão cooperando.

“Não é possível, a gente chegar em órgãos da Prefeitura e ver as pessoas acendendo uma vela pra dois santos. Essas pessoas têm que ter um pouco de caráter, muitos estão há 14 anos no governo e ‘pegando ponga’ na atual administração. Eles não têm coragem de falar assim: eu sou Pedro, eu sou Maria. Mas ficam lá o tempo todo acendendo a vela”, criticou.

Tom salientou que é favorável a uma aliança entre o ex-prefeito José Ronaldo e o prefeito Tarcízio Pimenta, alegando que um “reino” dividido traz muita complicação. “A união deve prevalecer para nós ganharmos mais um mandato tranquilamente, mas se isso não acontecer, já é o momento de o prefeito tomar uma atitude. Não podemos chegar em algumas secretarias e ver as pessoas sabotando o governo”, observa.

Na sequência, o legislador garantiu que o chefe do Executivo está trabalhando incansavelmente em prol do desenvolvimento de Feira de Santana. Na opinião de Tom, hoje, a Prefeitura deve ter a “cara” do prefeito Tarcízio Pimenta, caso contrário, as ações do Município não terão êxito.

Em consonância com o discurso de Tom, o vereador José Sebastião Alves – Bastinho (PRTB) defendeu também a permanência no governo Tarcízio apenas de pessoas comprometidas com a administração. Em seguida, ele elogiou o gestor, destacando inúmeras ações do Governo Municipal no bairro Queimadinha.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120816 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.