Comissão de Meio Ambiente discute regulação e zoneamento econômico do eucalipto

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
comissao-de-meio-ambiente-discute-regulacao-e-zoneamento-economico-do-eucalipto
comissao-de-meio-ambiente-discute-regulacao-e-zoneamento-economico-do-eucalipto
comissao-de-meio-ambiente-discute-regulacao-e-zoneamento-economico-do-eucalipto
comissao-de-meio-ambiente-discute-regulacao-e-zoneamento-economico-do-eucalipto

A preocupação da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa com o avanço desordenado do plantio de monoculturas foi tema de reunião nesta quinta-feira (18), com o secretário de Planejamento do estado, Zezéu Ribeiro. Técnicos e diretores da Secretaria de Meio Ambiente (Sema), do Instituto do Meio Ambiente (Inema) e da própria Seplan, receberam a comissão de deputados formada por Joseildo Ramos (PT), Maria del Carmen e Euclides Fernandes (PDT).

Na pauta, a execução do Zoneamento Econômico e Ecológico da Bahia, em processso de elaboração por parte do governo. O ZEE tem o objetivo de disciplinar, dentre outras coisas, o uso do solo e as condições para sua exploração. A Bahia será o segundo estado do país a implantar esse tipo de planejamento. Apenas o estado do Acre possui regulamentação de tal natureza.

No plano, cinco macro-regiões serão mapeadas para definição das regras de ocupação. O deputado Joseildo Ramos (PT) demonstrou preocupação com a situação do território Litoral Norte que até então não está entre as regiões prioritárias de estudo do zoneamento. Joseildo lembrou que o município de Alagoinhas atingiu o índice de 14% do seu território ocupado com a silvicultura, mesmo com a Lei orgânica do município permitindo apenas 10%. Ele alertou que isso vem causando insatisfação dos sindicatos e produtores rurais. “ Precisamos tratar desta questão o mais rápido possível ou teremos graves problemas de tensionamento no campo”, apontou.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10096 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).