CEPRAM debate ações socioambientais em toda Bahia. Durante reunião será apresentado também o plano de ação da Sema para os próximos quatro anos

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Nesta sexta-feira (26), o Conselho Estadual do Meio Ambiente (Cepram) se reúne durante a sua 357ª reunião ordinária, a partir das 9 horas, no Auditório da Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração (Sicm), no Centro Administrativo da Bahia. Participam da reunião o secretário do Meio Ambiente, Eugênio Spengler, e representantes de entidades ambientalistas, de organizações diversas da sociedade e das secretarias estaduais.

Na pauta, além do atestado de Regularidade Ambiental da empresa Veracel e do Plano Plurianual (PPA) da Sema para os próximos quatro anos, haverá também a apresentação da Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa) sobre as ações socioambientais desempenhadas pelo órgão, no sentido de garantir a quantidade e qualidade das águas dos mananciais e rios, com destaque ao Rio das Contas.

CEEA – Na oportunidade, será divulgado o panorama atual do Cadastro Estadual de Entidades Ambientalistas (CEEA), que teve início no dia 01 de junho. Hoje, 90% das entidades cadastradas pertencem a Mata Atlântica. A ideia é aumentar essa abrangência ao Cerrado e à Caatinga.

O cadastro estabelece uma referencia estadual e nacional para consulta do governo, além de ser obrigatoriedade para concorrer à vaga neste segmento no Cepram. Os interessados em se cadastrar e atualizar seus dados podem obter informação, através do sitewww.sema.ba.gov.br. A coordenadora de Colegiados da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Milene Maia, alerta que o prazo está se esgotando e as entidades têm até a próxima terça-feira (30) para realizar o cadastramento. “Assim poderemos garantir a diversidade de representação no conselho”, completa Maia.

Cepram – O Conselho Estadual de Meio Ambiente (Cepram) está passando por um processo de modificação no que diz respeito às suas atribuições. “Estamos construindo uma agenda com novas prioridades para dar uma nova dinâmica ao Cepram”, afirma Milene Maia, coordenadora de Colegiados Ambientais da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, destacando que “é importante ter outros olhares porque não é apenas o licenciamento que estabelece o controle social”.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9307 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).