Brasil poderá reduzir impostos para estimular consumo se crise econômica mundial piorar, diz Mantega

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Apesar do agravamento da situação internacional, o Brasil está preparado para lidar com a crise econômica no exterior, disse hoje (4) o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Segundo ele, esse movimento reflete o enfraquecimento dos Estados Unidos e a crise de vários países europeus, que não está sendo resolvida.

O ministro disse esperar que a instabilidade nos mercados financeiros seja momentânea. No entanto, se a turbulência persistir, o Brasil pode lançar mão de instrumentos disponíveis desde a crise econômica de 2008, de acordo com o ministro. Para segurar a queda da atividade econômica na época, o governo cortou impostos para estimular o consumo de veículos e da linha branca, reduziu a parcela que os bancos são obrigados manter retida no Banco Central e usou recursos das reservas internacionais para financiar o comércio exterior.

“Espero que esse cenário cesse nos próximos dias, mas, caso haja um agravamento da crise mundial, o Brasil nunca esteve tão preparado. Hoje, não só temos mais reservas, mas temos os mecanismos e instrumentos que criamos na crise de 2008. Eles estão todos ativos e poderão ser implementados a qualquer momento”, declarou.

Embora tenha minimizado os riscos da situação mundial para a economia brasileira, Mantega admitiu que haverá consequências para o país. “Temos de ficar alerta, olhando as consequências. Mesmo o Brasil estando preparado, pode haver queda na bolsa, no crédito e no comércio, mas o país enfrentará esse cenário com o mínimo de danos para a atividade econômica”, explicou.

*Com informações: Agencia Brasil

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111164 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]