Bicentenário da Biblioteca Pública do Estado da Bahia apresenta segunda edição do Tirando de Letra com artistas e personalidades

Comemoração dos 200 Anos da Biblioteca Pública do Estado da Bahia. A primeira biblioteca da América Latina.
Comemoração dos 200 Anos da Biblioteca Pública do Estado da Bahia. A primeira biblioteca da América Latina.

A segunda edição do Tirando de Letra, projeto da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, que realiza uma descontraída conversa com personalidades baianas sobre a importância do livro e da leitura em suas trajetórias, terá início às 19h e contará com as personalidades e artistas baianos:

Jorge Portugal é compositor, poeta, professor e apresentador de programas educativos na TV; Marilda Santanna possui experiência com canto, dança e se destaca no teatro; a sexóloga Jardilina Oliveira também é advogada e engajou-se na luta pelo direito das mulheres e dos idosos; Luiza Câmera é bibliotecária, escritora e presidente da Associação Baiana de Deficientes Físicos; o cantor e compositor Vevé Calasans teve o músico Gerônimo como parceiro para escrever uma das músicas mais cantadas na Bahia “É d’ Oxum”; Aninha Franco é colunista da revista Muito do jornal A Tarde e mentora do Teatro XVIII (Pelourinho); aos 12 anos, o menino Gabriel Maciel, aluno da 8ª serie tem 4 livros lançados.

E apesar de trajetórias tão diferentes, todas estas setes personalidades possuem a forte presença dos livros em suas trajetórias profissionais como ponto em comum. E para falar sobre isto, participarão da comemoração dos 200 anos da Biblioteca Pública do Estado da Bahia, na segunda edição do bate-papo Tirando de letra, no dia 04 de agosto, a partir das 19h, nos Barris.

Conheça um pouco mais sobre os convidados do bate-papo

Jorge Portugal – Compositor, poeta, professor universitário e de cursos pré-vestibulares e escolas, sendo uma referência nesta área. Em 2005, lançou o livro “Redação: assim é fácil!” e assina diversos artigos sobre literatura e redação em jornais de Salvador. Atualmente, carrega no currículo experiências como apresentador de programas educativos ligados à língua portuguesa, em rádios e na televisão. Saiba mais: www.jorgeportugal.com.br/

Marilda Santanna – Cantora, atriz e professora do Instituto de Humanidades da Universidade Federal da Bahia, Marilda é Licenciada em História, Mestre em Artes Cênicas e Doutora em Ciências Sociais, todos os títulos pela UFBA. Sua obra titulada de As Donas do Canto – O sucesso das estrelas-intérpretes no Carnaval de Salvador traz perfis de Daniela Mercury, Margareth Menezes e Ivete Sangalo estrelas da música baiana. Confira algumas canções: http://www.myspace.com/marildasantanna

Jardilina Oliveira – Advogada, sexóloga, escritora e membro do Conselho de Mulheres Advogadas da OAB. Aos 84 anos de idade, ela é engajada na luta pelos direitos das mulheres e dos idosos, contra todas as formas de violência e discriminação. Jardilina é autora de seis livros e dentre as suas obras publicadas, pode-se destacar o livroEducação Sexual – Família e Direitos da Mulher.

Aninha Franco – É advogada, escritora, dramaturga e ativista cultural. Colunista da revista Muito é a timoneira doTeatro XVIII, no Pelourinho, reconhecida pela personalidade provocadora e pensadora. Ela é autora de grandes sucessos do teatro nacional, como “Oficina Condensada”, “Dendê e Dengo” e “Os cafajestes”, que marcaram o teatro baiano contemporâneo. Entre seus livros está: “Teatro Baiano através da imprensa”, re-editado pela Editora Dulcina (braço da Fundação Brasileira de Teatro/FTB).

Luiza Câmera – A cadeirante Luiza Câmera é presidente da Associação Baiana de Deficientes Físicos, bibliotecária e escritora. Bibliotecária, é mãe de duas filhas e autora de dois livros, sendo Não Se Cria um Filho Com as Pernas o mais conhecido. Ela também integra o Movimento de Mulheres de Salvador e a Casa da Mulher Baiana.

Vevé Calazans – Cantor e compositor, tendo em seu repertório, músicas consideras ícones da Bahia. Em parceria com o cantor Gerônimo, destacam-se “Marujada de quebra-ferro”, “Abracei o Mar” e “É d’ Oxum”, uma das mais populares canções da Bahia. De seu acervo, destaca-se “Fruta mulher” gravada com Roberto Mendes, inclusa na trilha sonora da novela “Roque Santeiro”, da Rede Globo.

Gabriel Francisco Maciel – Aos oito anos lançou o primeiro livro, Histórias do Folclore e recebeu a medalha Nosso Talento da Secretaria Municipal de Educação. Em agosto de 2009, lançou o segundo livro O Pequeno Grande Heróie em maio de 2010, lançou dois livros: O Unicórnio do Chifre Dourado e Izzy – A Rainha dos Iguanas. Hoje tem 12 anos, cursa a 8ª série, e é um dos mais jovens escritores brasileiros em atividade.

Comemoração dos 200 Anos da Biblioteca Pública do Estado da Bahia. A primeira biblioteca da América Latina.
Comemoração dos 200 Anos da Biblioteca Pública do Estado da Bahia. A primeira biblioteca da América Latina.
Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108855 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]