A Petrobrás do Brasil | Por Emiliano José

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Que empresa brasileira tão bem representa o passado, o presente e, principalmente, o futuro do Brasil senão a Petrobrás? Em discurso realizado nesta segunda-feira, (29/08/2011), a empresa brasileira ganhou destaque na fala do deputado federal Emiliano José (PT-BA), que declarou: “Poucas empresas do mundo têm uma identificação tão profunda com seu povo como o tem a Petrobrás”.

Surgida da obstinação de trabalhadores, a Petrobrás é o produto direto da campanha popular que tomou as ruas nas décadas de 40 e 50, conhecida como “O Petróleo é Nosso”.

Em um pronunciamento vigoroso, Emiliano resgatou a história do surgimento da empresa brasileira e lembrou que a implantação da Petrobrás no país não foi fácil. “A luta foi longa, e dura, e chega até os dias de hoje, quando discutimos a extraordinária descoberta do pré-sal, que nos tornará um dos mais importantes produtores de petróleo do mundo.

E mesmo depois de instituída, os desafios ainda permaneceram. O tempo passou e, em 2003, um outro fantasma assombrava a empresa – a privatização proposta pelo governo de Fernando Henrique Cardoso. Segundo o parlamentar, “o ensaio de privatização se efetivava através do desmembramento da empresa em partes que seriam mais facilmente privatizáveis e na limitação de sua capacidade de crescimento”. O deputado lembrou que naquela época a Petrobrás vivia sob o temor da privatização. “Seus trabalhadores, seus técnicos, seus engenheiros, todos temiam que o tsunami privatizante do Governo FHC alcançasse o que o mercado considerava a jóia da coroa de todo aquele processo: a Petrobrás”.

No entanto, como uma resposta efetiva do povo brasileiro nas urnas, um novo projeto político passou a vigorar – era um sinal de que a mudança estava por vir. Com a eleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a empresa segue sua trajetória de empresa essencial ao desenvolvimento nacional e desponta como uma das mais importantes empresas de todo o mundo. Hoje, o desafio da Petrobrás é saber como aproveitar o extraordinário potencial do pré-sal. Para isso, já se delineia um fundo social, que fará com que o Brasil recolha frutos generosos da existência do petróleo, investindo em educação, em infraestrutura e no meio ambiente, por exemplo.

A Petrobrás e a Bahia

Emiliano destacou ainda, que se o Brasil nasceu aqui, a Petrobrás também despontou em terras baianas. A mina de Lobato, em Salvador e o campo de Candeias, Município da Região Metropolitana, no início dos anos 40, foram os marcos inaugurais da extração de petróleo. Aqui, a história do petróleo começava – em setembro de 1950, nascia a Refinaria de Mataripe, ou Refinaria Landulpho Alves.

Atualmente, a empresa que produz 2 milhões de barris por dia, também tem a sua frente um baiano, o Presidente José Sérgio Gabrielli de Azevedo. Para Emiliano, o presidente da Petrobrás – que já foi professor da Universidade Federal da Bahia “utilizou toda a sua capacidade de liderança, toda a sua competência, toda a sua habilidade em agregar pessoas, toda a sua inteligência para tornar a Petrobrás não só uma das maiores empresas do mundo como, sobretudo, torná-la uma empresa respeitada mundialmente”. Nos últimos 30 anos, a empresa brasileira cresceu 10% ao ano, e deve crescer também quase os mesmos 10% nos próximos 10 anos.

Ainda na Bahia, é preciso ressaltar que a Refinaria Landulpho Alves tem experimentado, nos últimos anos, uma atividade intensa, propiciando o emprego de mais de 16 mil trabalhadores e investimento de 5 bilhões de dólares. Esse investimento é, sobretudo, para reduzir a presença do enxofre no diesel e na gasolina. Já na exploração e produção, o maior investimento é na busca de petróleo no mar da Bahia, especialmente na Bacia do Jequitinhonha. Sem esquecer, é claro, dos investimentos na recuperação dos chamados campos maduros. O Gasoduto Gasene, que integra a malha nordeste com a malha sudeste, foi outro extraordinário investimento, inaugurado em 2010. Passa, na Bahia, por 47 Municípios e significou um investimento de 2 bilhões de dólares. É também na Bahia que se encontra a maior produtora de biodiesel da Petrobrás. O deputado federal lembrou ainda dos investimentos feitos pela Petrobrás tanto na Universidade Federal da Bahia, como na Universidade Estadual.

Para Emiliano “o volume de empregos que a Petrobrás tem criado em nosso Estado, direta e indiretamente, o dinamismo que empresta à economia do Estado, a portentosa arrecadação de impostos que carreia para os cofres da Bahia, os programas sociais que financia, os programas culturais que garante, o financiamento da pesquisa, a valorização de seus trabalhadores com a educação patrocinada por ela, tudo isso faz da Petrobrás uma empresa que continua essencial à Bahia, além, naturalmente, de ser imprescindível ao Brasil”. Prova de que o país do futuro já desponta como uma nação do presente.

*Por Emiliano José | [email protected]

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113512 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]