Secretário Euclides Artur comenta sobre filiação ao PDT de Feira de Santana e mente sobre assumir a presidência

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Euclides Artur: "mas o que há de concreto, é que apenas me filiei ao PDT.".
Euclides Artur: "mas o que há de concreto, é que apenas me filiei ao PDT.".
Euclides Artur: "mas o que há de concreto, é que apenas me filiei ao PDT.".
Euclides Artur: “mas o que há de concreto, é que apenas me filiei ao PDT.”.

O Secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Feira de Santana, Euclides Artur Costa de Andrade, no dia 14 de julho de 2011, durante os festejos do aniversário de Tarcízio Pimenta, prefeito do município concedeu entrevista ao Jornal Grande Bahia, na oportunidade, foi questionado sobre a filiação ao PDT e a possibilidade de assumir a presidência do partido. A resposta de Artur soa vazia e dissimulada, demonstra que o político e servidor do povo esqueceu que sua obrigação é para com a verdade.

No site do TSE estava publicado os nomes da nova executiva do partido no município. Euclides Artur encabeçava a lista, assumindo a presidência. Será que ele não sabia que tinha sido indicado? Será que desconhecia todas as articulações para compor a direção do PDT em Feira? Postura lamentável a do secretário. Começa no PDT dissimulando, para não dizer mentido: “Mas o que há de concreto, é que apenas me filiei ao PDT.”.

Confira a íntegra da entrevista

Jornal Grande Bahia – Secretário Artur, recentemente saiu na imprensa que o senhor estará assumindo a presidência do PDT no município, inclusive com uma nova executiva. O que há de verdade nisto?

Euclides Artur – O que há de verdade é que eu me filie ao PDT. Quanto a essa questão de assumir cargo ou não assumir cargo isso depende da cúpula, das lideranças maiores do PDT. Eu sou um nome, e estou à disposição e vim para somar. Se for interessante, se for para somar e se for um momento, enfim, eu estou para ajudar no processo. Mas o que há de concreto, é que apenas me filiei ao PDT.

JGB – Também existem fortes rumores nos bastidores da política que indicam que há uma pretensão sua a ser candidato a vereador?

Euclides Artur – Não tenho essa pretensão de ser candidato a vereador. Até agora nunca tive essa pretensão de ser vereador. Eu tenho a pretensão é de continuar ajudando minha cidade. Se for também evidentemente interesse do prefeito Tarcízio Pimenta, ajudando no que eu puder dentro da minha secretaria ou na cidade onde eu moro, onde meus filhos residem, enfim, mas hoje eu não tenho pretensão nenhuma de sair candidato a nenhuma cargo eletivo.

JGB – E o que o levou a se filiar ao PDT? Por que a escolha do PDT?

Euclides Artur – Eu estava sem partido. O PDT é um partido que a gente sabe que conclui agora 30 anos de fundação. É um partido histórico, um partido forte, um partido que de grandes batalhas em defesas das classes dos trabalhadores. Enfim, é um partido que eu me identifico muito. Como eu estava sem partido, resolvi como Jairo Carneiro, como tantos outros, nos filiar ao PDT, e o que me levou foi justamente isso.

JGB – Você fala Jairo Carneiro Filho?

Euclides Artur – Jairo Carneiro Filho, claro, já que o pai é filiado ao PP. Ele e tantos outros, Rafael, enfim, tantas outas pessoas, e ai nós resolvemos entrar no PDT.

JGB – Existe também um forte rumor de que o prefeito está indo para o PDT.

Euclides Artur – Os rumores que você ouve, são os mesmo que eu ouço.

JGB – E o que há de verdade?

Euclides Artur – Só o prefeito que pode dizer. Eu não posso falar por ele.

Leia +

Feira de Santana: prefeito Tarcízio Pimenta assume executiva municipal do PDT e indica Euclides Artur para presidência

Euclides Artur Costa de Andrade, Secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Feira de Santana.
Euclides Artur Costa de Andrade, Secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Feira de Santana.
Sobre Carlos Augusto 9611 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).