Pleno do TCU atesta legalidade e viabilidade da Arena Fonte Nova

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

O Pleno do Tribunal de Contas da União (TCU) atestou a legalidade e a viabilidade da operação financeira para a construção e operação da Arena Fonte Nova, celebrada entre o Governo da Bahia e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O relatório do TCU, elaborado pelo ministro Valmir Campelo, foi aprovado na sessão realizada quarta-feira passada (06/07/2011).

“A decisão do TCU, além de evidenciar a legalidade do contrato de concessão de crédito entre o BNDES e o Estado da Bahia, referenda o entendimento do Estado da Bahia no sentido de que o preço da Arena Fonte Nova encontra-se dentro do que se considera para uma obra desta magnitude”, afirma o procurador-chefe da Procuradoria Administrativa da Procuradoria Geral do Estado (PGE), Paulo Moreno.

De acordo com o procurador, o aspecto relacionado à economicidade do contrato de PPP entre o Estado e a concessionária FNP (Fonte Nova Participações) acabou por ser analisado pelo TCU, indicando a razoabilidade do custo da obra. “Espera-se que tal entendimento seja considerado pelos Senhores Conselheiros do TCE na análise do processo de auditoria, superando o questionamento que vem sendo realizado quanto ao aspecto da economicidade, uma vez que inexistem outros pontos de maior relevância quanto à legalidade da licitação e contratação da PPP”, avalia Paulo Moreno.

O acórdão do TCU considera que o custo da obra da Arena Fonte Nova está na média dos custos das arenas construídas para as Copas do Mundo FIFA de 2006 (Alemanha) e 2010 (África do Sul), ponto também destacado no relatório da 9ª Secretaria de Controle Externo (Secex) do Tribunal.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113537 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]