Paulo Sérgio Passos aceita convite para o Ministério dos Transportes e Ideli afirma que ministro dos Transportes é decisão exclusiva de Dilma

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

O Palácio do Planalto divulgou, há pouco, nota confirmando a indicação do ministro interino dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, para a pasta.

“O ministro interino dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, foi convidado nesta segunda-feira pela presidenta Dilma Rousseff a assumir a titularidade da pasta. O convite foi aceito”, diz a nota da Presidência da República.

Paulo Sérgio de Oliveira Passos assume o comando do Ministério dos Transportes pela terceira vez. Nas eleições de 2006 e 2010, Passos ocupou o cargo quando o ex-ministro Alfredo Nascimento concorreu ao Senado e ao governo do Amazonas. Atualmente, era secretário executivo da pasta.

Baiano de Muriti, formado em economia pela Universidade Federal da Bahia, Passos é servidor público desde 1973, quando iniciou carreira no Ministério dos Transportes.

Também passou pelo extinto Ministério do Bem-Estar Social e pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Durante o governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) foi secretário adjunto da Secretaria de Orçamento Federal por seis anos. Casado com a cantora e compositora Rosa Passos, o ministro tem três filhos.

Ideli Salvati: novo ministro dos Transportes é decisão “exclusiva” de Dilma

A ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, disse hoje (11) que a decisão sobre quem comandará o Ministério dos Transportes é “exclusivamente” da presidenta Dilma Rousseff. Ela disse que não sabe se a pasta continuará sendo comandada pelo PR, partido do ex-ministro Alfredo Nascimento, que pediu demissão depois que a imprensa divulgou denúncias de corrupção na pasta.

“Tem investigações em andamento e a presidenta, provavelmente, nos próximos dias, deverá tomar uma decisão com relação à nomeação do ministro efetivo”, disse Ideli.Quanto à demissão do diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antonio Pagot, só depois que ele retornar das férias o caso será definido. “Estamos aguardando o que vai acontecer”, foi o comentário da ministra.

De acordo com Ideli, o governo não está preocupado com as declarações do senador Baliro Maggi (PR-MT), de que as obras do Ministério dos Transportes também seriam responsabilidade do Ministério do Planejamento e que o então ministro Paulo Bernardo teria conhecimento dos contratos que, agora, estão sob suspeita de irregularidades. “O Planejamento define as grandes diretrizes do Orçamento, de Lei de Diretrizes Orçamentárias, e nunca entra no detalhe do que cada ministério vai executar em termos de obra. Isso é responsabilidade, obviamente, de cada um dos ministérios.”

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116821 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.