Sobre a saída de Tarcízio Pimenta do Democratas, Humberto Cedraz diz que o prefeito Feira de Santana fica contra Zé Ronaldo, ACM Neto e Joé Carlos Aleluia

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Humberto Cedraz: Eu estive com Colbert em Brasília e conversei com ele. Eu digo: olhe quem está aqui em Brasília, com tanto assessor, é difícil renunciar. Tivemos uma boa conversa. Eu sei que ele disse que é candidato e está definido.
Humberto Cedraz: Eu estive com Colbert em Brasília e conversei com ele. Eu digo: olhe quem está aqui em Brasília, com tanto assessor, é difícil renunciar. Tivemos uma boa conversa. Eu sei que ele disse que é candidato e está definido.

O empresário e estudante de jornalismo, Humberto Cedraz, diretor do Jornal Folha do Estado e presidente da executiva estadual do PSDB em Feira de Santana, concede entrevista ao jornalista Joilton Freitas, âncora do programa Rotativo News.

Joilton Freitas – Humberto, a reforma política tem que sair até agosto. Na sua concepção sai, e o que sai?

Humberto Cedraz – Na verdade tem que sair até o final de setembro, para que a presidente da república possa promulgar. O prazo final é o dia 6 de outubro 2011.

Joilton Freitas – Que mudanças podem ocorrer com a reforma política?

Humberto Cedraz – O advento da infidelidade partidária, que é imoralidade, o sujeito se elege no partido, usufruir do voto dos companheiros, da legenda, depois abandona, com as desculpas mais esfarrapadas, é uma indignidade.

A gente admite até essas mudanças de partido durante um tempo, porque o partido estava fragilizado, não tinham entendimento muito claro. Mas, o TSE terminou definido pela fidelidade partidária. Entendia-se antes, mas depois das definições do TSE não se permite mais. Não se admite sair do partido.

Claro que tinha uma janela. O candidato podia mudar de partido. A nova legislação votada nbo senado, foi terminativa. Agora vai para a câmara e depois a sanção presidencial. Também nisso ai, é um arremedo, porque todos sabem que não se faz reforma política em seis, sete meses. As vésperas da eleição, ela acaba contaminada pelos interesses localizados.

Joilton Freitas – Você falou em fidelidade partidária. Então, o PSD que está sendo agora criado por Kassab, inclusive Otto Alencar, seria prejudicado?

Humberto Cedraz – Não! Porque o seguinte. Lei eleitoral e tributária, ela tem que ter a durabilidade de um ano. Então, não alcança a esse pessoal que está mudando para o PSD.

Joilton Freitas – Humberto, voltando para a paroquia. É uma boa o prefeito Tarcízio Pimenta ir para o PDT?

Humberto Cedraz – Para algum partido ele terá que ir. Quem espera batida de pedra por rochedo é ouricuri. Então, claro que ele não poderia ficar porque não teria chance no DEM. O DEM tem uma pessoa que é liderança maior no partido que não daria oportunidade a ele. Isso não se discute.

Pois bem, o PDT foi o partido mais adequado. Foi uma estratégia positiva de Tarcízio. O PR tem horário significativo em programa de rádio e Tevê, e ele ao ingressar no PDT, ele foi por duas vertentes. Um partido que também tem algum horário na tevê, e isso é positivo, é uma boa marca, o PDT. Já que ele fica contra Zé Ronaldo, ACM Neto e Aleluia que são opositores ao governo do estado, e ao governo Dilma.

Ele com isso, disse o seguinte: vou para o PDT, que está muito mais próximo aqui na Bahia, e por consequência, terminou indo para a base de apoio do governo federal, e governo do estado. A deputada estadual Graça Pimenta está no PR. De quebra, com força do PR, tem o apoio do partido em Feira de Santana.

Joilton Freitas – Você acredita na candidatura de Colbert Martins?

Humberto Cedraz – Eu estive com Colbert em Brasília e conversei com ele. Eu digo: olhe quem está aqui em Brasília, com tanto assessor, é difícil renunciar. Tivemos uma boa conversa. Eu sei que ele disse que é candidato e está definido.

Sobre o Rotativo News

Rotativo News é um programa de radiojornalismo. Tem como âncora o jornalista Joilton Freitas. O programa vai ao ar diariamente, das segundas às sextas-feiras, das 15 às 16 horas, na Rádio Sociedade de Feira – 970 AM.

Saiba + sobre Cedraz

Nome: Humberto Lopes Cedraz

Profissão: Empresário

Nascimento: 10 de outubro de 1950, Valente-BA

Filiação: João Cedraz Carneiro e Guiomar Lopes Cedraz

Cônjuge: Érika Schuenemann Cedraz

Filhos: Swellen, Ricardo e Humberto

Formação Educacional: Cursou o Primário e o Secundário no Colégio Estadual de Feira de Santana-BA. Formou-se em Técnico de Contabilidade no Colégio Estadual de Feira de Santana.

Atividade Profissional: Em Feira de Santana, secretário de governo, 1997-2000, e proprietário do jornal Folha do Estado. Maçon Grão-mestre do Oriente Central da Bahia.

Mandato Eletivo: Eleito vereador de Feira de Santana pelo Partido Social Democrático-PSD, 2001-2004, renunciou ao mandato em jan. 2003. Deputado estadual pelo Partido Social Cristão-PSC, 2003-2007.

Filiação Partidária: PSD, 2001 – 2003; PSC, 2003 – jan.2005; PTdoB, 2005 – 2006.

Atividade Partidária: Líder do PSC, ALBA, 2003-2004, líder do PTdoB, ALBA, 2005-2006.

Humberto Lopes Cedraz é ex-deputado, natural de Valente.
Humberto Lopes Cedraz é ex-deputado, natural de Valente.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113508 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]