Governo Wagner é marcado por morosidade, lentidão e comodidade, diz deputado ACM Neto

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Deputado ACM Neto faz duras críticas ao governador Jaques, durante discurso na Câmara.
Deputado ACM Neto faz duras críticas ao governador Jaques, durante discurso na Câmara.
Deputado ACM Neto faz duras críticas ao governador Jaques, durante discurso na Câmara.
Deputado ACM Neto faz duras críticas ao governador Jaques, durante discurso na Câmara.

O deputado ACM Neto (DEM) utilizou hoje (07/07/2011) a tribuna do plenário da Câmara Federal para criticar duramente o governo Jaques Wagner (PT), que não recebeu a defesa de nenhum aliado. O democrata disse que o governador não pode dormir tranqüilo porque é “complacente” com o crescimento da violência na Bahia de 2007 para cá, sobretudo em Salvador e região metropolitana.

“Hoje, a realidade da Bahia é a dos assaltos, dos roubos, da violência à luz do dia, da execução à luz do dia. E nenhuma ação está sendo feita. Pelo contrário: o governo da Bahia gasta mais em propaganda para anunciar mentiras, inverdades, obras fantasiosas e projetos que não saem do papel do que em segurança. Onde está o PT, o governador, que às vezes vem com factóide para desviar o foco do principal, que é a ineficiência e incompetência deste governo”, disse ACM Neto.

O deputado lembrou que, no primeiro mandato de Wagner, houve um aumento de 50% da violência em todo o estado. Somente em janeiro a maio deste ano, quase 900 homicídios foram registrados em Salvador e região metropolitana. Em todo o estado, a média é de seis homicídios por dias. “São 542 roubos a ônibus urbanos, 2.250 roubos de veículos. São índices alarmantes. E o pior é que essa escaldada da violência e criminalidade está mudando rotina dos baianos”, frisou, destacando que até os policiais estão reféns da criminalidade.
“E as autoridades de segurança culpam o fato de haver migração de bandidos do eixo Rio e São Paulo para a Bahia. Se lá estão adotando providências necessárias e os bandidos acabam indo para a Bahia é porque no meu estado os criminosos enxergam que o aparelhamento da segurança pública não estão cumprindo com seu papel, não está desempenhando corretamente suas funções”.

ACM Neto disse que, no passado, a situação era diferente, pois a Bahia era lembrada por sua riqueza cultural, pujança e força do seu povo. “Hoje, a Bahia é notícia nas páginas policiais porque está entregue ao crime e ao banditismo, e a violência está tomando conta do dia a dia dos cidadãos. O governador não pode dormir tranquilamente. Vidas que estão sendo perdidas acontecem com a complacência dele”.

Neto disse que o governo Wagner é marcado pela “morosidade, lentidão e comodidade”. “Esperava que, com o título de cidadão baiano, o governador Jaques Wagner, que não é baiano, passasse a gostar mais da Bahia. Mas não. Continua na sua morosidade, lentidão e comodidade e a Bahia segue perdendo importância no cenário nacional, capacidade competitiva e, sobretudo, ocupando as páginas policiais”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113867 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]