Em Feira de Santana, em homenagem ao Dia dos Pais, a clínica CENAFERT oferece consulta para casais que não conseguem ter filhos

Fachada da sede da Clínica Cenafert, em Feira de Santana.
Fachada da sede da Clínica Cenafert, em Feira de Santana.
Fachada da sede da Clínica Cenafert, em Feira de Santana.
Fachada da sede da Clínica Cenafert, em Feira de Santana.

Em homenagem ao Dia dos Pais, o Centro de Medicina Reprodutiva – Cenafert (unidade Feira de Santana) vai promover, no próximo dia 12 de agosto, das 8 às 12 e das 13 às 17 horas, atendimento gratuito aos casais que desejam ter filhos e não conseguem. A iniciativa tem o objetivo de orientar casais inférteis de baixa renda, que não têm acesso aos tratamentos na área de reprodução assistida. Segundo o ginecologista e especialista em reprodução humana, Joaquim Lopes, “grande parte dos casos de infertilidade pode ser prevenida ou revertida com medidas simples”.

Nem todos os casais que enfrentam problemas de fertilidade necessitam recorrer a uma técnica de reprodução assistida para ter um filho. Há muitos problemas que podem ser solucionados com medidas simples. Estima-se que apenas um terço dos casais necessita técnicas mais complexas para realizar o sonho de ter um bebê. Com base nesses dados, a clínica promove sempre em datas comemorativas – como Dia das Mães e Dia dos Pais – um dia exclusivo para atendimento gratuito de casais de baixa renda. “Com esse atendimento solidário já conseguimos solucionar vários casos de baixa complexidade”, esclarece o médico.

O atendimento será realizado na clínica especializada em reprodução assistida, que fica na Rua Osvaldo Cruz, 275, Kalilândia, no centro feirense. A equipe da clínica estará atendendo para consulta e orientação medianteagendamento prévio que deverá ser feito pelo telefone (75) 3623-1616. Serão atendidos 40 casais. É recomendado que os pacientes levem exames mais atuais que tiverem sido feitos e compareçam acompanhados de suas parceiras. Os pacientes do sexo masculino também poderão agendar, gratuitamente, o espermograma (exame de análise laboratorial do sêmen). O exame é a principal maneira de avaliar a capacidade reprodutiva do homem.

Cerca de 15 % da população brasileira em idade fértil é afetada pela infertilidade conjugal, caracterizada pela ausência de gravidez em um casal com vida sexual ativa e que não usa medidas anticonceptivas por um período de um ou mais anos. Se até pouco tempo a infertilidade conjugal era considerada um problema exclusivamente feminino, hoje se sabe que cerca de 40% dos casos de infertilidade de um casal são atribuídos à mulher, 40 % aos homens e em 20% dos casos o problema está presente em ambos os parceiros. “É de fundamental importância que o homem tenha acompanhamento médico e participe junto com a sua parceira da investigação para diagnóstico e tratamento da infertilidade”, afirma o médico Joaquim Lopes. A idade é um dos fatores naturais que afetam a capacidade reprodutora, já que há declínio da fertilidade nas mulheres após os 35 anos.

Com sede em Salvador, o Cenafert tem como missão garantir atenção integral para o casal que sonha em ter um filho. Além de contar com equipe multidisciplinar com larga experiência em Reprodução Humana, a clínica investe no atendimento humanizado e é dotada do que existe de mais moderno em tecnologia médica para a área de Reprodução Assistida, já tendo sido responsável ao longo de uma década pela gestação de mais de 1000 “bebês de proveta”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112836 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]