Dilma Rousseff fala sobre defesa do Brasil diante a crise global e assina pacto contra miséria com governadores e prefeitos nordestinos

Presidenta Dilma Rousseff assina pacto contra miséria com governadores e prefeitos nordestinos.
Presidenta Dilma Rousseff assina pacto contra miséria com governadores e prefeitos nordestinos.

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (25/07/2011) que o governo defenderá a economia brasileira de todas as ameaças internas e externas para manter a capacidade de crescimento. Segundo ela, o Brasil precisa crescer com estabilidade, controle da inflação e robustez fiscal

“Não tenham dúvida de que seremos capazes de defender a economia brasileira de todas as ameaças internas e externas. Estou me referindo à ameaça da inflação, por exemplo, que corrói a renda do trabalhador e que saberemos responder à altura”, disse Dilma, ao encerrar reunião com governadores da Região Nordeste, em Arapiraca (AL).

De acordo com Dilma, o país precisa crescer com estabilidade, controle da inflação e robustez fiscal e também gerar empregos. “Temos de crescer e gerar empregos, porque não podemos conceber o Brasil parado, sem a dinâmica da geração de oportunidades para milhões de brasileiros.”

Durante a reunião, Dilma disse aos governadores que para desenvolver o Nordeste é necessário uma desconcentração econômica no país. “Não haverá desenvolvimento se não houver desconcentração econômica, de logística, de recursos hídricos e energéticos.” Segundo ela, isso tudo precisa resultado em um processo efetivo de distribuição de renda para a população mais pobre. Na reunião, a presidenta Dilma firmou com os governadores o Pacto pela Erradicação da Miséria.

Dilma firma pacto contra miséria com governadores e prefeitos nordestinos

A presidenta Dilma Rousseff firmou, hoje (25), com os nove governadores da Região Nordeste, um pacto pela erradicação da miséria. O pacto formaliza o compromisso dos estados e municípios em cooperar com a execução das ações do Plano Brasil sem Miséria.

Junto dos governadores, no município de Arapiraca (AL), a presidenta Dilma Rousseff disse que, durante muitos anos, a miséria ficou fora da pauta política brasileira e que superar esse flagelo na Região Nordeste é, agora, uma prioridade.

A atenção especial à região se justifica, segundo Dilma, porque dos 16 milhões de brasileiros que vivem na extrema pobreza, 9,6 milhões estão nos estados nordestinos. “Sabemos que a miséria no Brasil não constava na pauta política ou era relegada a estudo e não era considerada uma questão legítima”, disse Dilma. “Não descansaremos enquanto não conseguirmos fazer com que o povo do Nordeste tenha perspectiva de sair da condição de miséria em que ainda se encontra”.

Como cabe aos municípios identificar as famílias aptas a participar do Brasil sem Miséria, a presidenta fez um apelo aos prefeitos e governadores de estado. “O Brasil sem Miséria tem nos prefeitos seus grandes protagonistas. E sem os governadores, esse programa não dará o salto que queremos até 2014. Vamos ter que enfrentar as características regionais da miséria se quisermos resolvê-las”, ressaltou Dilma.

Ao falar sobre a parceria entre o governo e a iniciativa privada para que os supermercados comprem os produtos de agricultores familiares extremamente pobres, Dilma disse que quer ver os produtos com a marca Brasil sem Miséria conhecidos nas gôndolas dos supermercados. “Os consumidores poderão participar usando seu poder de compra e privilegiando essa agricultura”. As primeiras aquisições serão de farinha de Alagoas, laranja de Sergipe e de geleias e doces produzidos na Bahia.

A visita de Dilma a Arapiraca também marcou o lançamento do Plano Brasil sem Miséria – Nordeste. A ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, explicou que o plano tem um olhar regional e que, assim como foi lançado hoje na Região Nordeste, também será lançado na demais regiões do país. “Vamos para as outras regiões reafirmar o compromisso do governo federal, inclusive, com o custeio”.

A presidenta Dilma ainda lançou o programa Água para Todos, que irá levar água às famílias extremamente pobres que vivem em áreas rurais no Semiárido Nordestino. Também foi anunciada a segunda chamada pública para a contratação de 204 técnicos rurais que vão atender a famílias de agricultores extremamente pobres do Nordeste.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115091 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.