Feira de Santana: Construtora R Carvalho e Caixa emitem notas oficiais sobre crise; Construtora diz que busca solução e banco garante contratos

Roberto Carvalho, presidente da R Carvalho; Jorge Hereda, presidente da Caixa Econômica e Rubens Carvalho, fundador da empresa. Construtora e banco emitem nota oficial.
Roberto Carvalho, presidente da R Carvalho; Jorge Hereda, presidente da Caixa Econômica e Rubens Carvalho, fundador da empresa. Construtora e banco emitem nota oficial.
Roberto Carvalho, presidente da R Carvalho; Jorge Hereda, presidente da Caixa Econômica e Rubens Carvalho, fundador da empresa. Construtora e banco emitem nota oficial.
Roberto Carvalho, presidente da R Carvalho; Jorge Hereda, presidente da Caixa Econômica e Rubens Carvalho, fundador da empresa. Construtora e banco emitem nota oficial.

A Construtora R Carvalho e a Caixa Econômica Federal encaminharam notas oficias explicando a situação da crise financeira que levou à paralisação das obras executadas pela construtora. Conforme matéria veiculada no Jornal Grande Bahia, com titulo ‘Crise na Construtora R Carvalho | Empresários do setor de construção dizem que Seguro de Conclusão de Obras é garantia para consumidor’.

Sobre nota da construtora

A R Carvalho em sua nota oficial explica que buscou “paralisar toda sua atividade de campo, a fim avaliar as atividades e fazer um diagnóstico da situação econômica financeira”. E que estuda saída para crise, ressaltando que a empresa possui ativo superior ao passivo. O que leva a enfrentar problema de liquidez, ou seja, “dinheiro em caixa para aplicações imediatas nos próximos meses.”.

Na nota, ainda afirma que: “Para sanar esse quadro totalmente reversível, de forma rápida e eficaz, a empresa estuda três possibilidades: recorrer a financiamentos junto às instituições financeiras, até mesmo com a colocação à disposição de garantia real; buscar um investidor que pretenda aplicar em um ou mais empreendimentos específicos ou até mesmo na aquisição de cotas sociais da empresa e por último a alienação de imóveis de sua exclusiva propriedade.”.

Sobre nota do banco

A Caixa Econômica Federal era o principal agente financeiro da R Carvalho e boa parte das 12.528 unidades habitacionais em construção eram financiadas através da Caixa, com o programa do Governo Federal Minha Casa, Minha Vida.

Econômica nas explicações, a Caixa exime-se de responsabilidade, o que é lamentável e trágico. Como agente financeiro de um programa federal é de responsabilidade do banco o correto funcionamento do programa. Que se inicia com análises do terreno, passa pela concepção e execução do projeto e finaliza com a aprovação dos financiamentos. A gestão da Caixa, no episódio até o momento, demonstra ineficiência, inabilidade e má gestão pública.

A Caixa afirma também que não é de sua responsabilidade as questões concernentes ao relacionamento das construtoras com seus clientes. E segue explicando que “caso seja necessário, os trâmites legais e administrativos serão implementados para a substituição da construtora responsável pelas obras, sem que haja quaisquer prejuízos aos mutuários. O banco declara que os empreendimentos contam com o Seguro de Término de Obra, mecanismo contratual utilizado para cobrir eventuais riscos de paralisação.”.

R Carvalho, íntegra da nota oficial

Esclarecimentos ao público em geral

Em face dos noticiários da imprensa dando conta de que a empresa R CARVALHO CONSTRUÇÕES E EMPREENDIMENTOS LTDA encontra-se em dificuldades financeiras, com suas obras paralisadas, chegando a situação de insolvência, a fim de restabelecer a verdade, vem a público, prestar os seguintes esclarecimentos:

A empresa R. CARVALHO CONSTRUÇÕES E EMPREENDIMENTOS LTDA é uma sociedade empresária regularmente constituída, que atua no ramo da construção civil há 22 (vinte e dois) anos, desfrutando de elevado conceito no meio da sociedade feirense e de modelar senso de responsabilidade na gestão dos negócios produzidos, não possuindo sequer título protestado, e, mais ainda, possuindo todas as certidões negativa dos órgãos competentes, comprovando assim a lisura de comportamento, na incorporação e construção de imóveis residenciais e comerciais.

Atualmente, a empresa R.Carvalho possui 36 empreendimentos em andamento, contando com 5.200 funcionários diretos nesta cidade, além dos terceirizados, que desde o dia de sábado próximo passado encontram-se com suas atividades paralisadas por determinação da direção da empresa, objetivando a sua preservação, face o não pagamento da folha quinzenal no dia 08/07/2011, com previsão de retornar à normalidade nos próximos 10(dez) dias.

A folha de pagamento mensal da empresa, já incluindo os terceirizados, gira em torno de R$8.000.000,00(oito milhões de reais), possuindo obras não só na Bahia, como também nos Estados de Pernambuco e Espírito Santo, totalizando 12.528(doze mil e quinhentos e vinte e oito) unidades habitacionais em construção, além de encontrar-se prospectando negócios nos estados do Ceará, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Alagoas.

Dentro deste quadro de operações e tendo a Caixa Econômica Federal como a principal financiadora dos contratos oriundos do Programa Minha Casa Minha Vida, com a crescente demanda e as dificuldades vivenciadas na operacionalidade do programa habitacional, decidiu a empresa R Carvalho paralisar toda sua atividade de campo, a fim avaliar todas as suas atividades e fazer um diagnóstico circunstanciado da situação econômica financeira e do atual mercado imobiliário aonde desenvolve suas atividades empresariais.

Isto porque, levando em consideração que a empresa R.Carvalho possui um ativo superior ao seu passivo, enfrenta problema de liquidez, ou seja, dinheiro em caixa para aplicações imediatas nos próximos meses.

Para sanar esse quadro totalmente reversível, de forma rápida e eficaz, a empresa estuda três possibilidades: recorrer a financiamentos junto às instituições financeiras, até mesmo com a colocação à disposição de garantia real; buscar um investidor que pretenda aplicar em um ou mais empreendimentos específicos ou até mesmo na aquisição de cotas sociais da empresa e por último a alienação de imóveis de sua exclusiva propriedade.

Os contatos já estão sendo mantidos desde sexta-feira próxima passada, já tendo sido localizadas pessoas interessadas nos mais diversos empreendimentos, o que nos autoriza a acreditar na viabilidade dos negócios em tratativas.

Oportuno esclarecer que neste momento, apenas as obras exclusivas da empresa R Carvalho foram paralisadas, estando em perfeito funcionamento as obras oriundas de parcerias através das sociedade de propósitos específicos, como também, que daremos seguimento as entregas das unidades habitacionais já concluídas e se for preciso, não hesitaremos em formalizar novas parcerias, fim viabilizar a conclusão e entrega das obras já alienadas.

Portanto, objetivando resgatar a verdade e, sobretudo, dar uma satisfação a toda sociedade, externamos os verdadeiros motivos de nossa paralisação e informamos que estamos vivenciando as 24(vinte e quatro) horas do dia, na solução imediata da atual conjuntura empresarial.

Atenciosamente,

R Carvalho Construções e Empreendimentos Ltda.

Feira de Santana, 11 de julho de 2011.

Caixa Econômica, nota oficial

Com relação às matérias veiculadas na imprensa local sobre a situação da Construtora R Carvalho Empreendimentos e Construções, a Caixa Econômica Federal informa que, o banco não interfere na política de relacionamento das construtoras com seus clientes.

A CAIXA ressalta, entretanto, que zela pelo interesse dos adquirentes dos imóveis junto aos Programas de Financiamento Habitacional, e que caso seja necessário, os trâmites legais e administrativos serão implementados  para a substituição da construtora responsável pela obras, sem que haja quaisquer prejuízos aos mutuários. O banco declara que os empreendimentos contam com o Seguro de Término de Obra, mecanismo contratual utilizado para cobrir eventuais riscos de paralisação.

Assessoria de Imprensa

Caixa Econômica Federal

Feira de Santana, 11 de julho de 2011.

Leia +

Diretores da Construtora L Marquezzo dizem que obras realizadas em conjunto com a RCarvalho estão em andamento e serão entregues

Crise na Construtora R Carvalho | Empresários do setor de construção dizem que Seguro de Conclusão de Obras é garantia para consumidor’.

Sobre Carlos Augusto 9707 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).