Centro de referência e integração dará sustentabilidade ao semiárido baiano. Projeto vai melhorar as vidas de mais de duas mil pessoas

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

“Esse projeto vai dar sustentabilidade a uma região importantíssima para a Bahia, ajudando a mudar a realidade atual, garantindo um futuro melhor para a população”, afirmou o secretário estadual da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Sales, ao participar, na sexta-feira, da apresentação do projeto do Centro de Referência, Integração e Afirmação da Região Semiárida (CRIAR).

O projeto foi lançado pela Associação dos Pequenos Produtores Rurais Rio de Contas, (Unirio), e Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido (Idan), na sede das Fazendas Reunidas Rio de Contas (Riocon), município de Manoel Vitorino. Participaram do evento os representantes Banco do Brasil e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), respectivamente Edson Cardoso e Geraldo Machado; o vice-presidente da Faeb, José Mendes, e representantes do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e das prefeituras da microrregião do Médio Rio de Contas.

Dentre outras finalidades, o CRIAR tem os objetivos de implantar uma central de compras e de prestação de serviços básicos na agropecuária; apoiar a comercialização de produtos da agropecuária regional e de prestar serviços de educação em assistência médica às famílias envolvidas nas cadeias produtivas. Além disso, vai também implantar uma central de apoio para orientação aos produtores nas diversas linhas de crédito.

O secretário Eduardo Salles lembrou que a Bahia possui o maior rebanho de caprinos e o segundo de ovinos do País e destacou a importância do projeto Criar que visa também oferecer um núcleo de prestação de serviços, proporcionando aos integrantes da cadeia produtiva sustentável de caprinos e ovinos e demais cadeias da região semiárida, apoio na organização comunitária, na gestão, na tecnologia, na capacitação e na comunicação.

Para o diretor executivo do Idan, Luiz Freire Sande, a intenção é fazer do Criar um centro de referência não só para os próprios produtores e parceiros integrados das cadeias produtivas, mas também, para as outras regiões. O Centro vai servir como espaço para integração de diversos órgãos e instituições parceiras do Criar e de outros projetos realizados em toda a bacia em volta da Barragem de Pedra. “Um local onde serão desenvolvidos treinamentos, principalmente de formação profissional rural, promoção social, empreendedorismo, associativismo, agroindústria e programas ligados a educação básica” afirma Luiz Sande, acrescentando que “esse projeto visa mostrar que a região semiárida tem grandes potencialidades para crescer, se desenvolver e gerar emprego e renda”.

A expectativa é que as obras do projeto Criar comecem no início do mês de agosto e que dentro de oito meses aconteça a inauguração. “O projeto Criar vai melhorar muito a vida da gente, pois com a central de compras poderemos adquirir implementos a preços melhores. Vamos ter mais cursos, capacitação, posto de saúde, e quem sabe até uma rádio comunitária FM” conta animado o presidente da Unirio, Ugo Lago.

O analista técnico do Sebrae, Bruno Cruz, elogiou a iniciativa e afirmou que “o Sebrae tem muito interesse em desenvolver projetos nessa área, juntamente com os parceiros Faeb, Senar e o próprio Idan, para continuar conduzindo a tecnologia Agetec na região e inserir novas opções de capacitações e treinamentos para os próximos anos”.

CRÉDITO

Durante o lançamento do projeto Criar foi implantado pelo Banco do Brasil no município de Manoel Vitorino a metodologia de Desenvolvimento Regional Sustentável (DRS), um plano de negócios, no qual são especificados objetivos, metas e ações. A metodologia também prevê monitoramento e avaliação dessas ações.

Segundo o gerente de Negócios de Desenvolvimento Sustentável da Agricultura Familiar do Banco do Brasil, Armando Soares, todo processo de desenvolvimento demanda crédito. “As pessoas precisam de crédito na medida certa e na hora certa, para que ocorra de fato a melhoria da qualidade de vida e de renda das pessoas” explica Soares.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108035 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]