Características institucionais do estado moderno brasileiro

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Carlos Augusto escreve artigo sobre estado moderno brasileiro. "Os conceitos de Offe e Ronge aplicados no estudo de caso: Eike Batista prevê até 20 anos de crescimento contínuo no Brasil.".
Carlos Augusto escreve artigo sobre estado moderno brasileiro. "Os conceitos de Offe e Ronge aplicados no estudo de caso: Eike Batista prevê até 20 anos de crescimento contínuo no Brasil.".
Carlos Augusto escreve artigo sobre estado moderno brasileiro. "Os conceitos de Offe e Ronge aplicados no estudo de caso: Eike Batista prevê até 20 anos de crescimento contínuo no Brasil."
Carlos Augusto escreve artigo sobre estado moderno brasileiro. “Os conceitos de Offe e Ronge aplicados no estudo de caso: Eike Batista prevê até 20 anos de crescimento contínuo no Brasil.”

Trabalho apresentado por Carlos Augusto, como parte das atividades do Mestrado em Ciências Sociais: Cultura, Desigualdades e Desenvolvimento, do programa de pós-graduação da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).  Orientador Professor Doutor Fernando Pedrão.

Introdução

A partir do livro: Problemas estruturais do estado capitalista, capítulo II: Poder da sociedade institucionais políticas. Tese sobre a fundamentação do conceito de “Estado Capitalista” e sobre a pesquisa política de orientação materialista. Escrito por Clauss Offe e Volker Ronge. Busca-se aplicar os conceitos científicos no estudo de caso, entrevista com Eike Batista concedida à BBC Brasil (Eike Batista prevê até 20 anos de crescimento contínuo no Brasil).

Empresário brasileiro de projeção internacional, Eike Fuhrken Batista é considerado pela revista Fortune a pessoa mais rica do país (ranking 2010). As empresas dirigidas por Eike Batista tem ocupado destacado espaço na mídia brasileira devido ao volume de capital empregado e por estar inserido em setores estratégicos como mineração e portos.

O empresário Eike Batista, presidente-executivo do grupo EBX, disse em entrevista à BBC que prevê pelo menos “20 anos de crescimento contínuo” no Brasil, mas ressaltou a necessidade de investir na infraestrutura do país.  “Nossos portos são jurássicos, e nossos aeroportos estão em estado lamentável”, diz o empresário, antes mesmo do início das perguntas na entrevista que concedeu à editora de economia da BBC, Stephanie Flanders, em seu escritório no Rio de Janeiro.

Deste estudo de caso, busca-se identificar as características institucionais do Estado moderno brasileiro. Observado que as afirmações de Eike Batista representam não apenas a visão de um cidadão, mas, sobretudo, de um capitalista que tem destacada atuação no cenário nacional.

Baixe

Leia a íntegra do artigo escrito pelo jornalista Carlos Augusto Oliveira da Silva.

Sobre Carlos Augusto 9668 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).