Paulo Bindá destaca que instalações da Secretaria de Cultura de Feira de Santana traz conforto, mas alerta para necessidade de incremento nos projetos culturais

Paulo Bindá, dublê de empresário e músico, Paulo BindáPaulo Bindá, dublê de empresário e músico, Paulo Bindá
Instalações da Secretaria Municipal de Cultura de Feira de Santana.

Instalações da Secretaria Municipal de Cultura de Feira de Santana.

Dublê de empresário e músico, Paulo Bindá comenta sobre inauguração da Secretaria de Cultura Esporte e Lazer de Feira de Santana, que ocorreu nesta manhã (21/06/2011) e contou com a presença do prefeito Tarcízio Pimenta.

“Vejo de forma positiva. São boas mudanças. As instalações dão um maior conforto ao cidadão que se dirige à secretaria”, explica. Ele destaca a importância dos projetos culturais, principalmente para o artista iniciante, que tem o talento, mas necessita de apoio financeiro e de um palco com certo público, para que a carreira possa deslanchar.

Bindá alerta para a necessidade de projetos como Vozes da Terra e Festival de Música Gospel continuarem a ocorrer. Ele estranha o fato das inscrições para o Festival Gospel não terem sido iniciadas até o presente momento. Mas acredita que logo após o “São João, a Fundação Egberto Costa em conjunto com Secretaria de Cultura possam dar início as inscrições.”.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).