Filme Rio ajuda a marcar contagem regressiva para conferência ambiental

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Cartaz do filme 'Rio'.
Cartaz do filme 'Rio'. Diretor Carlos Saldanha diz que produção não vai selecionar o problema do aquecimento global, mas incentiva o diálogo.

A contagem regressiva para a Rio + 20, em Nova York, começou de maneira colorida e animada na sede das Nações Unidas nesta quarta-feira. Quase 1 mil pessoas lotaram duas salas para assistir ao filme Rio, do diretor Carlos Saldanha.

Antes de apresentar o filme, o secretário-geral da Rio +20, Sha Zukang, falou da importância do evento para todo o mundo.

Ararinha Azul

Zukang afirmou que pode garantir que o Brasil está tão comprometido de fazer a Rio + 20 um sucesso quanto as Nações Unidas.

Para assistir ao filme, funcionários da ONU levaram filhos e parentes. Na plateia, estavam também convidados da organização que acompanharam as aventuras da ararinha azul, Blu, que sai de uma pequena cidade americana para salvar a própria espécie no Rio de Janeiro.

Esforços

Carlos Saldanha, que também participou da criação da série A Era do Gelo, disse que todos os esforços para conscientizar pessoas sobre o meio ambiente, através do cinema ou de conferências, são válidos.

“Eu sou muito ligado ao meio ambiente. Eu sou muito preocupado com a situação em geral do mundo. Até mesmo dentro de casa a gente procura ser mais eficiente e pensar nisso com as crianças. Então, eu podendo colocar isso na temática no meu filme, não é que seja uma regra, mas tendo a oportunidade de fazê-lo, é uma maneira de ajudar de uma certa maneira. Meus filmes não solucionam os problemas mas mostram um pouco do problema e tudo que estimula uma conversa. Eu acho que é importante.”

Temática

O diretor de Rio comentou alguns dos temas abordados na produção como tráfico de aves e extinção de espécies.

“Cada um vai interpreter o filme da sua maneira. Mas eu acho que qualquer temática que tem a ver com a natureza e o meio ambiente tentando ajudar ou solucionar o problema é fácil. E conectando o filme, temática ambiental, e conferências, eu espero que fique marcante e que as pessoas consigam, cada vez mais, melhorar e tentar ajudar esse processo. Nós só temos esse mundo, então temos que tomar cuidado.”

A exibição do filme Rio foi organizada pela Missão do Brasil na ONU e o Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais.

A Conferência sobre Desenvolvimento Sustentável Rio + 20 comemora os 20 anos da realização da ECO-92, e está marcada para junho do próximo ano no Rio de Janeiro.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113514 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]