Ex-prefeito de Entre Rios comete diversas irregularidades em sua administração

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta terça-feira (07/06/2011), julgou procedente o termo de ocorrência lavrado contra o ex-prefeito de Entre Rios, Ranulfo Souza Ferreira, face às diversas irregularidades cometidas em sua administração, no exercício de 2005.

O relator, conselheiro Fernando Vita, solicitou o envio de representação ao Ministério Público contra o ex-gestor, determinou o ressarcimento aos cofres públicos do montante de R$ 54.596,92, com recursos pessoais, e imputou multa no valor de R$ 20 mil. Cabe recurso da decisão.

O termo apontou a realização de gastos imoderados com diárias e sem o devido acompanhamento de justificativas, verificando-se que o desembolso alcançou a quantia de R$ 152.115,00, valor expressivo, se comparado às despesas atuais para a mesma finalidade, ressaltando que foram constatados pagamentos de diárias em duplicidade nos meses de abril, maio, junho, julho, outubro, novembro e dezembro, ou seja, percepção por um mesmo servidor de mais de uma diária para o mesmo dia, alcançando o total de R$ 22.245,00.

Quanto à locação de veículos para transporte de pessoal, apesar da justificativa do ex-gestor de que a frota de veículos próprios apresentava defasagem significativa, uma vez que foi deixada totalmente sucateada e imprestável ao uso imediato, impossibilitando de atender à grande demanda rotineira de transporte de pessoal das Secretarias Municipais. A relatoria opinou também pela irregularidade, em razão dos gastos excessivos e que feriram os princípios da razoabilidade e economicidade, além da ausência de licitação, verificada pela equipe técnica em todas as despesas efetuadas entre os meses de abril a setembro de 2005.

Considerou como irregularidades, ainda, todos os processos de pagamentos de diárias realizados no referido ano e relacionados no processo, pela ausência de dados essenciais como o cargo do beneficiário e a justificativa para a concessão.

Também foram constatadas as saídas de numerários sem documentos de despesas correspondentes, pagamento em duplicidade aos secretários municipais no valor de R$ 4 mil, ausência de notas fiscais eletrônicas em diversos processos de pagamento e a contratação direta de empresa para a prestação dos serviços de limpeza pública sem a formalização de procedimento licitatório.

Íntegra do voto do relator do termo de ocorrência lavrado na Prefeitura de Entre Rios. (O voto ficará disponível após conferência).

 

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108140 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]