Em entrevista, Tarcízio Pimenta fala sobre visitas a Brasília, PAC, filiação partidária, vereadores que migram para o PSD e Colbert Martins

Tarcízio Pimenta - Essa questão de partido, nós estamos com calma, com paciência, analisando, refletindo, e vamos encontrar saídas.
Tarcízio Pimenta - Essa questão de partido, nós estamos com calma, com paciência, analisando, refletindo, e vamos encontrar saídas.
Tarcízio Pimenta - Essa questão de partido, nós estamos com calma, com paciência, analisando, refletindo, e vamos encontrar saídas.
Tarcízio Pimenta – Essa questão de partido, nós estamos com calma, com paciência, analisando, refletindo, e vamos encontrar saídas.

O prefeito de Feira de Santana, Tarcízio Pimenta, concedeu entrevista exclusiva ao diretor do Jornal Grande Bahia, Carlos Augusto. Durante a entrevista, Tarcízio discorre sobre: visitas a Brasília, PAC, filiação partidária, vereadores que migram para o PSD e Colbert Martins.

“Essa questão de partido, nós estamos com calma, com paciência, analisando, refletindo, e vamos encontrar saídas. Não há necessidade de nenhuma precipitação, nenhuma pressa, nem nada que venha como mágica. A gente tem que ter muita paciência, muita calma, para chegarmos ao objetivo.”

Jornal Grande Bahia – O senhor tem ido a Brasília com muita frequência. O que o cidadão de Feira pode abstrair dessas suas visitas à capital da República?

Tarcízio Pimenta – Brasília é o centro do poder. É o centro das decisões. Quando você vai a Brasília, você visita ministérios, casas legislativas, políticos para poder fazer gerenciamento de assuntos interessantes para a sociedade, e para a comunidade é isso que você faz. É isso que estou fazendo. São gestões politicas para o crescimento e desenvolvimento da cidade. Agora tem mais um motivo. Levar ás autoridades o que Feira tem.

JGB – Em uma das suas últimas visitas a Brasília o senhor conseguiu recursos para reforma e construção de praças públicas. Quando serão alocados os recursos e quando as obras efetivamente serão iniciadas?

Tarcízio Pimenta – Feira de Santana foi incluída no PAC [Programa de Aceleração do Crescimento], no PAC das Praças. Então, nós temos três praças. Uma Praça da Cidade Nova, uma no Tomba e a outra em Olhos D´aguas. São três praças que não se resumem apenas a bancos de jardins e paisagismo.  São equipamentos públicos que lá serão construídos. Com uma área forte no social, com o envolvimento da sociedade, dos conselhos comunitários, para que a gente possa dar respostas à sociedade. Os projetos estão prontos, estamos encaminhando documentos para a Caixa Econômica, criando toda estrutura para que essas Praças realmente aconteçam.

JGB – O senhor também tem tido um contato frequente com o ex-deputado Colbert Martins, que está no Ministério do Turismo. Ele tem apoiado sua administração?

Tarcízio Pimenta – Nós temos levado lá várias ações. E tenho certeza que o deputado, agora como Secretário Nacional do Turismo, está se preparando, se movimentado, para que possa ajudar Feira cada dia mais, principalmente nessa área turística.

JGB – O senhor se desfiliou do DEM. Tem algum partido em vista, já definiu sua filiação partidária?

Tarcízio Pimenta – Essa questão de partido, nós estamos com calma, com paciência, analisando, refletindo, e vamos encontrar saídas. Não há necessidade de nenhuma precipitação, nenhuma pressa, nem nada que venha como mágica. A gente tem que ter muita paciência, muita calma, para chegarmos ao objetivo.

JGB – Dos 17 vereadores de sua base, seis irão migrar para o PSD. Como o senhor analisa essa questão?

Tarcízio Pimenta – Veja bem. Eu acho que como eu estou procurando um partido para me incorporar a ele, os vereadores também têm também essa livre opção de fazer isso. Não tem dificuldade, não tem nenhuma situação de conflito, por que o importante é que eles estejam bem situados, podendo estar no PSD, ou em qualquer outro partido, e possam a partir daí, disputar as eleições com toda segurança.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111021 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]