Em entrevista, prefeito de Irecê, Zé da Virgens diz que está sob ameaça e por isto anda com seguranças, comenta sobre PAC e festejos juninos

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

José Carlos D. das Virgens, conhecido com Zé das Virgens, prefeito de Irecê em primeiro mandato, concede entrevista exclusiva ao diretor do Jornal Grande Bahia, Carlos Augusto.

Durante entrevista o prefeito discorre sobre: festejos juninos, criticas de adversários e revela que sofreu ameaças de opositores e por isto anda acompanhado de seguranças. Esta revelação ele fez antes de iniciarmos a gravação, durante a entrevista evitou ser direto. Mas o fato é que três seguranças, vestidos de paletó, o acompanhavam.

A entrevista foi concedida na praça de eventos na sede do munícipio, poucos instantes após o show de Geraldo Azevedo (25/06/2011). Oportunidade em que Zé das Virgens subiu ao palco e tocou a zabumba ao lado do renomado cantor. Algo que ficou situado entre o trágico e o cômico. Trágico porque tocava muito mal, e cômico porque embora não fosse vaiado, em pontos dispersos da plateia ouvia-se criticas ao tocador, nem sempre em tom reprodutível.

Jornal Grande Bahia – Prefeito, como o senhor avalia esse São João, em relação ao passado?

Zé das Virgens – Evoluiu, aumentou o público. A gente manteve a estrutura, que é a maior estrutura de São João público da Bahia, e a gente disputa também o melhor São João público da Bahia. Então, em termo de quantidade de pessoas, dos baixos índices de criminalidade, de violência, de cidade hospitaleira, você vê que é um clima muito tranquilo. A gente teve aqui 50 mil pessoas no primeiro dia (23/06/2011), ontem 40 mil, hoje 25 mil, quer dizer é muito tranquilo o São João, muito bom e todo mundo esta falando bem do São João de Irecê.

JGB – Com relação ao São Pedro, existe alguma programação especial em vista?

Zé das Virgens – A gente faz o São Pedro aqui no bairro da Boa Vista, aqui em Irecê, que é a segunda maior festa junina do município. As festas juninas aqui iniciam em maio, com o aniversário da cidade, ai nós temos pelo menos 100 forrós durante o mês de junho. Forró comunitário, nos povoados, órgãos públicos e empresas privadas. E encerramos com o São Pedro da Boa Vista. É muito forte aqui a questão do São João, e Irecê está se consolidada como uma das praças que faz os maiores festejos juninos do Brasil.

JGB – O senhor é do mesmo partido do governador Jaques Wagner. De que forma o governo do estado tem apoiado sua administração?

Zé das Virgens – Só para você ter uma ideia, no primeiro mandato de Wagner, dos 417 municípios da Bahia, Irecê foi o 5º município a receber mais recursos do Estado, em diversas áreas, com destaque na infraestrutura urbana e na saúde. As portas estão abertas e Wagner é um grande amigo. Eu sou do PT há 31 anos, mas não só por isso, por que também o município está organizado e vem evoluindo muito e com isso facilita a captação de recursos e a aprovação de projetos.

JGB – O seu município captou número reduzidos de casas do programa Minha Casa Minha Vida. Qual é a perspectiva de conquistas de novos empreendimentos?

Zé das Virgens – Até agora nós concluímos 200 casas. Tem um projeto de mais 300 casas, já certinho, já acertado. O Minha Casa Minha Vida, ele começou nas grandes cidades, embora Irecê seja umas das cidades mais importantes da Bahia, ela não é, digamos assim, uma Lauro de Freitas, uma Feira de Santana, Camaçari, Alagoinhas, é uma cidade menor comparadas a estas que citei. Nós temos 66.404 mil habitantes

Como cidade polo, em minha opinião, a gente só perde para Conquista, com a especificidade de Feira, né, por que Feira está pertinho de Salvador, mas como cidade polo a gente só perde para Conquista. A gente hoje é sede de uma macrorregião, de 60 municípios, ai atingindo em torno de um milhão de habitantes. E, portanto, nós fomos interrompidos aqui no programa de habitação social, por conta de uma ocupação do governo, e o Minha Casa Minha Vida está ai, a gente está com 200 casas, iremos entregar mais, temos uma demanda aqui de mais de 2000 unidades residenciais, mas iremos chegar lá.

JGB – O ano que vem, é um ano eleitoral. O que o cidadão de Irecê pode esperar da sua administração, agora que está chegando a mais da metade dela?

Zé das Virgens – Os projetos da gente eles começam a ser, digamos assim, executados, geralmente desse segundo ano, terceiro ano de governo. Então, nós temos muitos projetos aprovados, no PAC 2, nós a previsão de pavimentação de 4 bairros, nós temos o abatedouro, que nós vamos inaugurar ainda esse ano o abatedouro de animais, para o consumo, nós temos várias quadras cobertas em escolas.

Estamos inaugurando agora uma Unidade de Saúde da Família, vai ser a maior ali no bairro da Vila Esperança, vamos fazer o Plano Municipal de Saneamento, vamos está fazendo o Plano de Esgotamento Sanitário, que envolvi o plano de saneamento também. Então, muitos projetos, muita coisa irá acontecer e muita coisa a população pode esperar.

JGB – O senhor tem andado com segurança. Tem tido sua integridade pessoal ameaçada?

Zé das Virgens – Não deixa de ter. Primeiro que a gente tem que prevenir. Quando se quer fazer algum mal com alguma pessoa não tem jeito. Isso aconteceu com vários chefes de Estados, atentado ao Papa, o assassinato de John Lennon. Então, a gente tem que se prevenir. Eu sou um homem público, sou um pacifista, evito confusão, trato a oposição com muito respeito, mas a gente tem que se prevenir, e é melhor prevenir do que remediar.

Por isso que ando com amigos para me proteger, tanto de uma pessoa que venha querer me desmoralizar na rua, como alguma coisa maior, alguma inveja, algum ódio, algum interesse maior de querer tirar a minha vida.

Saiba + sobre José da Virgens

Dados Pessoais

Nome: José Carlos D. das Virgens

Profissão: Técnico Agrícola

Nascimento: 16 de março de 1962, São Gabriel – BA

Filiação: Raul Ferreira das Virgens e Carolina Dourado das Virgens

Cônjuge: Robéria Oliveira Santana

Filhos: Marlua Gabriela, Régis Gabriel e Vitória Régia

Formação Educacional

Cursou o Primário na Escola Faustiniano Lopes Ribeiro, São Gabriel, e o Secundário na Escola Agrotécnica, Irecê-BA.

Atividade Profissional

Agente público do Instituto de Terras da Bahia, INTERBA, 1982-1998, Irecê; diretor da Cooperativa Agrícola de Irecê, 1984-1992; técnico da Hidros Engenharia, 1996; secretário da Secretaria Municipal de Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Irecê, 1997-1998.

Mandato Eletivo

Eleito deputado estadual pelo Partido dos Trabalhadores, PT, 1999-2003; reeleito, PT, 2003-2007 e 2007-2011, renunciou em 23/12/2008. Eleito prefeito de Irecê, PT, para o período de 2009-2012.

Filiação Partidária

PT, 1986 – 2009.

Atividade Partidária

Líder do PT, ALBA, 2001; líder do Bloco PT/PC do B, ALBA, 2001; vice-líder do Bloco da Maioria, ALBA, 2007; líder do PT, ALBA, 2007; vice-líder do Bloco da Maioria, ALBA, 2008.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9737 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).