Crise no Hospital de Base de Itabuna em debate na ALBA. Deputada Graça Pimenta diz que situação deve ser melhor avaliada

A crise econômica que envolve o Hospital de Base Luiz Eduardo Magalhães (HBLEM), gerido pela Prefeitura Municipal de Itabuna, foi debatida na reunião da Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa (AL), nesta terça-feira (21), pelos deputados e representantes da Secretaria Municipal de Saúde de Itabuna e da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab). Como forma de protesto, os médicos da unidade hospitalar itabunense estão realizando uma paralisação de advertência desde a quarta-feira (15), onde suspenderam o atendimento aos pacientes que não são de Itabuna.

Conforme a deputada estadual Graça Pimenta (PR) a situação deve ser melhor analisada. “A perda da administração plena da saúde pelo município de Itabuna, em 2008, é preocupante. O que vejo é um problema sério, onde os médicos já estão negando assistência à população, os pacientes estão migrando para Salvador e isso não pode acontecer. Cabe a nós, deputados, Município e Estado, resolver essa situação, por que as pessoas estão sofrendo e o município está ficando desacreditado“, disse Graça Pimenta.

O secretário de Saúde itabunense, Geraldo Magela, disse que o acréscimo de 500 mil reais a verba que o Estado disponibiliza para o HBLEM ajudaria a melhorar a situação do hospital. Em contrapartida, os representantes da Sesab, a subsecretária Suzana Ribeiro e o superintendente de Gestão e Regulação da Atenção à Saúde (Suregs) Andrés Alonso, declararam o interesse do Estado em assumir a gestão da unidade hospitalar, porém o município não que entregar a administração do hospital alegando que seria um retrocesso para Itabuna.

Durante o debate, os representantes do município e do Estado apresentaram dados sobre a situação do HBLEM. Os dados apresentados foram divergentes em todos os pontos. Como forma de entender melhor a situação que ocorre em Itabuna, os deputados solicitaram que os a Secretaria de Saúde de Itabuna e a Sesab elaborassem relatórios mais detalhados sobre a situação do hospital.

Os relatórios serão entregues aos parlamentares nos próximos dias. Os deputados também sugeriram uma reunião entre o secretário municipal de Saúde, Geraldo Magela, e o secretário estadual de Saúde, Jorge Solla, que deve ser realizada no dia 4 de julho.

“Os relatórios e a reunião entre os secretários vão ser de extrema importância para que nós possamos compreender melhor o problema e buscarmos resolver a situação o mais rápido possível”, declarou Graça Pimenta.

O próximo passo para resolver a questão vai ser uma audiência pública entre os deputados e os poderes públicos municipal e estadual a ser realizada em Itabuna, no dia 12 de agosto, às 9 horas, no auditório do Hospital Calixto Midlej Filho. Na reunião, os parlamentares também agendaram as visitas que serão realizadas aos hospitais no próximo semestre.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]

Be the first to comment on "Crise no Hospital de Base de Itabuna em debate na ALBA. Deputada Graça Pimenta diz que situação deve ser melhor avaliada"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*