Crise no Hospital de Base de Itabuna em debate na ALBA. Deputada Graça Pimenta diz que situação deve ser melhor avaliada

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.


A crise econômica que envolve o Hospital de Base Luiz Eduardo Magalhães (HBLEM), gerido pela Prefeitura Municipal de Itabuna, foi debatida na reunião da Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa (AL), nesta terça-feira (21), pelos deputados e representantes da Secretaria Municipal de Saúde de Itabuna e da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab). Como forma de protesto, os médicos da unidade hospitalar itabunense estão realizando uma paralisação de advertência desde a quarta-feira (15), onde suspenderam o atendimento aos pacientes que não são de Itabuna.

Conforme a deputada estadual Graça Pimenta (PR) a situação deve ser melhor analisada. “A perda da administração plena da saúde pelo município de Itabuna, em 2008, é preocupante. O que vejo é um problema sério, onde os médicos já estão negando assistência à população, os pacientes estão migrando para Salvador e isso não pode acontecer. Cabe a nós, deputados, Município e Estado, resolver essa situação, por que as pessoas estão sofrendo e o município está ficando desacreditado“, disse Graça Pimenta.

O secretário de Saúde itabunense, Geraldo Magela, disse que o acréscimo de 500 mil reais a verba que o Estado disponibiliza para o HBLEM ajudaria a melhorar a situação do hospital. Em contrapartida, os representantes da Sesab, a subsecretária Suzana Ribeiro e o superintendente de Gestão e Regulação da Atenção à Saúde (Suregs) Andrés Alonso, declararam o interesse do Estado em assumir a gestão da unidade hospitalar, porém o município não que entregar a administração do hospital alegando que seria um retrocesso para Itabuna.

Durante o debate, os representantes do município e do Estado apresentaram dados sobre a situação do HBLEM. Os dados apresentados foram divergentes em todos os pontos. Como forma de entender melhor a situação que ocorre em Itabuna, os deputados solicitaram que os a Secretaria de Saúde de Itabuna e a Sesab elaborassem relatórios mais detalhados sobre a situação do hospital.

Os relatórios serão entregues aos parlamentares nos próximos dias. Os deputados também sugeriram uma reunião entre o secretário municipal de Saúde, Geraldo Magela, e o secretário estadual de Saúde, Jorge Solla, que deve ser realizada no dia 4 de julho.

“Os relatórios e a reunião entre os secretários vão ser de extrema importância para que nós possamos compreender melhor o problema e buscarmos resolver a situação o mais rápido possível”, declarou Graça Pimenta.

O próximo passo para resolver a questão vai ser uma audiência pública entre os deputados e os poderes públicos municipal e estadual a ser realizada em Itabuna, no dia 12 de agosto, às 9 horas, no auditório do Hospital Calixto Midlej Filho. Na reunião, os parlamentares também agendaram as visitas que serão realizadas aos hospitais no próximo semestre.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]