Câmara de Vereadores de Irará aprova empréstimo de R$ 1,5 milhão

Câmara de Vereadores de Irará aprova empréstimo de R$ 1,5 milhão.Câmara de Vereadores de Irará aprova empréstimo de R$ 1,5 milhão.
Câmara de Vereadores de Irará aprova empréstimo de R$ 1,5 milhão.

Câmara de Vereadores de Irará aprova empréstimo de R$ 1,5 milhão.

A Câmara de Vereadores de Irará aprovou na tarde de terça-feira (20/06/2011), por seis votos a um, dois Projetos de Lei, 524/11 e 525/11, de autoria do poder executivo. Os projetos objetivam autorizar empréstimo junto ao Desenbahia. O primeiro no valor de R$ 500 mil, e outro de R$ 1  milhão. Os empréstimos serão pagos ao longo de oito anos, com um ano de carência.

Segundo o vereador líder do governo Genival Pinho (PP), este empréstimo vem alavancar a continuação do trabalho da administração municipal, “agilizando a compra de novos veículos para atender as necessidades do município, além da aquisição de  máquinas e implementos, e a continuação de obras que irão melhorar o bem estar da população.”.

Para o vereador de oposição, Ubiratan Reis (PC do B), o governo municipal vem conseguindo muitas obras e até mesmo equipamentos e veículos junto aos governos estadual e federal, o que torna desnecessário o endividamento do município. Ele desta que em 2010 é ano eleitoral.

O prefeito Derivaldo Pinto (PSB) declarou ter quitado débitos antigos do município e que a frota esta sucateada. “Estradas e ruas estão precisando ser melhoradas e pavimentadas. Nossa verba não condiz com a dimensão do município de Irará, a demanda a cada dia aumenta. Precisamos pensar num futuro próximo.”, explica.

Os vereadores que apoiaram o empréstimo dizem que a verba irá melhorar o município e prometeram fiscalizar a utilização dos recursos, “mesmo confiando plenamente no prefeito e em sua equipe”, pontuam.

Fonte: Reportagem Fabio Reis | Edição Carlos Augusto

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).