Turismo é prioridade para território de identidade de Itaparica no PPA

PPA Participativo em Paulo Afonso
PPA Participativo em Paulo Afonso
PPA Participativo em Paulo Afonso
PPA Participativo em Paulo Afonso

Para garantir que o orçamento estadual do período 2012-1015 atenda às necessidades de cada um dos seis municípios do Território de Identidade de Itaparica, representantes da sociedade civil, do Governo do Estado e dos poderes Legislativo e Executivo municipais passaram esta quinta-feira (19/05/2011) reunidos, no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, em Paulo Afonso, na Plenária do Plano Plurianual (PPA) Participativo.

A região com natureza exuberante, cortada pelo Rio São Francisco, destacou as solicitações para fortalecimento do turismo. O chefe de gabinete da Secretaria do Turismo do Estado da Bahia (Setur), João Carlos Oliveira, disse que “o PPA Participativo é importante para o turismo. Estamos aqui com as lideranças que conhecem a realidade da região para discutir e propor políticas públicas”.

Segundo Oliveira, o território possui ecossistema fantástico por causa do São Francisco, vegetação rica e faz parte também da história do Cangaço. “Isso tudo tem potencial para ser um grande roteiro turístico e desperta o interesse da região, do estado e até de gente de fora do País. É o momento agora de se discutir estrutura de hotéis e estradas”. Para ele, outras solicitações das lideranças políticas foram voos comerciais e a construção e recuperação de rodovias. “A sociedade está sintonizada nas reivindicações e, dentro do possível, nós vamos atender estas demandas para construir o roteiro turístico com a participação da sociedade”.

Demandas populares

Francisco de Assis compareceu à plenária do PPA Participativo em nome da etnia indígena Tuxá e de melhorias para 1,4 mil pessoas, que vivem nas reservas do município de Rodela e adjacências. Segundo ele, as tribos regionais estão precisando do acesso à terra, à água e à energia para produção. “Tudo isso vai nos dar garantia de segurança alimentar e nutricional. O PPA é importante porque se não lançarmos nossa proposta agora, futuramente não poderemos cobrar que o governo não atendeu as nossas solicitações”.

Representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Paulo Afonso, Edésio de Souza participou do grupo que discutiu agropecuária. “Na área agrícola, precisamos de acompanhamento técnico. Na questão agrária, precisamos da legalização de terras para que os pequenos produtores possam fazer investimentos. E na pecuária, a gente precisa de abatedouros, curtumes e pequenas fábricas”.

A assistente social Cecilma Feitosa representou uma organização não governamental (ONG) da área de inclusão social. Durante o encontro, sua proposta foi incluída no documento que orientará o orçamento. “Precisamos de mais recursos destinados a medidas sócioeducativas para adolescentes”. De acordo com ela, a medida sócioeducativa em meio aberto faz com que “o adolescente seja trabalhado na sua comunidade, respeitando a sua região, a sua dignidade, sem que se afaste da família”.

O secretário do Desenvolvimento e Integração Regional, Wilson Brito, gostou da participação popular no Território de Identidade de Itaparica. “Verificamos a presença maciça da região, conversei com vários representantes de cooperativas, associações, dos poderes legislativos municipais e prefeitos”.

Segundo ele, o PPA Participativo é fundamental à pasta que administra. “Para a integração e o desenvolvimento das diversas regiões do estado, o compromisso do governo estadual é investir onde haja Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) baixo. E nas plenárias identificamos quais são as áreas prioritárias para o planejamento”.

Como participar

A consulta pública do PPA Participativo teve início no dia 5 de abril, em Feira de Santana, e continuará até 27 de maio contemplando todos os 26 Territórios de Identidade da Bahia. Além da participação presencial nas reuniões, qualquer pessoa também pode apresentar sugestão pela internet no site do PPA, pelo telefone da Ouvidoria (0800-284-0011), ou pelos Serviços de Atendimento ao Consumidor (SACs) ou Centros Digitais de Cidadania (CDCs) em todo o estado.

*Com informação: Sérgio Jones

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120849 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.