Refugiados africanos e asiáticos na região da Amazônia

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Logomarca do Jornal Grande Bahia
Logomarca do Jornal Grande Bahia

De acordo com o Acnur, a maioria são jovens do sexo masculino provenientes de países África e Ásia, fugindo de perseguição e violação dos direitos humanos.

A região Amazônica brasileira tem sido destino para refugiados que agora também vêem de países africanos e asiáticos, refere o Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur.

Em nota, a agência indica que desde 2010, cerca de 30 solicitantes extra-regionais são cidadãos de países distantes do Brasil, como Quênia, Zimbábue, Congo, Sri Lanka, entre outros.

Outras Nacionalidades

Angola, Colômbia, República Democrática do Congo, Libéria e Iraque são os países com maior representatividade de refugiados. Dos 4,5 mil refugiados no Brasil, 64,5% provém da África, 22,4% de países das Américas e 10,6% da Ásia.

Fugindo de conflitos

De acordo com o representante do Acnur no Brasil, Andrés Ramirez, “a proteção às pessoas que fogem de perseguição e violação massiva dos direitos humanos segue representando um desafio para os países,especialmente quando novos conflitos se desenvolvem na África e no
Oriente Médio”.

Segundo o Comitê Nacional para Refugiados, Conare, a Amazônia abriga cerca de 140 refugiados, a maioria bolivianos e quase 700 solicitantes de refúgio de diversas outras nacionalidades.

*Com informações da Rádio ONU em Nova York.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113486 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]